Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

TJ derruba liminar que mantinha operação da Leblon em Mauá

Decisão valida suspensão do contrato com a empresa, anunciada em 18 de outubro


Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

19/11/2013 | 07:00


O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ivan Sartori, suspendeu ontem a liminar que mantinha a operação da Leblon no Lote 2 das linhas municipais de Mauá. Dessa forma, fica válida a decisão publicada pela Prefeitura no dia 18 de outubro que rescindiu o contrato com as duas prestadoras de serviço de transporte na cidade. A outra companhia é a Viação Cidade de Mauá, cuja operação é mantida por determinação do Tribunal de Justiça do Amazonas.

Na sua argumentação, Sartori cita o fato de a concessionária ter sido declarada inidônea pela administração municipal. O episódio ocorreu após o Executivo acusar as duas empresas de cometerem violações no sistema de bilhetagem eletrônica. Na ocasião, a Leblon foi multada em R$ 12,2 milhões e a Cidade de Mauá, em R$ 8,4 milhões.

Após publicar a rescisão, a Prefeitura assinou contrato emergencial com a Suzantur, que chegou a circular na cidade por menos de um mês. A empresa prestou serviços em sete linhas em conjunto com a Cidade de Mauá.

O prefeito Donisete Braga (PT) afirmou que, em razão de a decisão ter sido publicada à tarde, a Leblon será mantida nas ruas hoje. Após reunião, o governo decidirá quais serão os próximos passos. A Leblon diz não ter sido intimada.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

TJ derruba liminar que mantinha operação da Leblon em Mauá

Decisão valida suspensão do contrato com a empresa, anunciada em 18 de outubro

Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

19/11/2013 | 07:00


O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ivan Sartori, suspendeu ontem a liminar que mantinha a operação da Leblon no Lote 2 das linhas municipais de Mauá. Dessa forma, fica válida a decisão publicada pela Prefeitura no dia 18 de outubro que rescindiu o contrato com as duas prestadoras de serviço de transporte na cidade. A outra companhia é a Viação Cidade de Mauá, cuja operação é mantida por determinação do Tribunal de Justiça do Amazonas.

Na sua argumentação, Sartori cita o fato de a concessionária ter sido declarada inidônea pela administração municipal. O episódio ocorreu após o Executivo acusar as duas empresas de cometerem violações no sistema de bilhetagem eletrônica. Na ocasião, a Leblon foi multada em R$ 12,2 milhões e a Cidade de Mauá, em R$ 8,4 milhões.

Após publicar a rescisão, a Prefeitura assinou contrato emergencial com a Suzantur, que chegou a circular na cidade por menos de um mês. A empresa prestou serviços em sete linhas em conjunto com a Cidade de Mauá.

O prefeito Donisete Braga (PT) afirmou que, em razão de a decisão ter sido publicada à tarde, a Leblon será mantida nas ruas hoje. Após reunião, o governo decidirá quais serão os próximos passos. A Leblon diz não ter sido intimada.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;