Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Decisões do Fed devem ser transparentes, diz Bernanke



14/11/2013 | 01:17


O presidente do Federal Reserve (banco central dos EUA), Ben Bernanke, refletiu sobre o seu passado como educador e ressaltou a importância da transparência do banco central em suas declarações da decisão política monetária.

Em seu discurso, Bernanke disse que os desafios enfrentados pelos Estados Unidos são abordados com mais eficácia em um ambiente de debate público. "Isso só é possível quando as decisões de política monetária são tomadas da forma mais transparente possível", afirmou.

O presidente do Fed também falou sobre as lições aprendidas e de como elas ajudaram o BC norte-americano a lidar com a crise financeira atual. Ele afirmou ainda que as recentes medidas ousadas tem como objetivo evitar cometer erros semelhantes aos cometidos no passado.

"Salvaguardar o nosso compromisso com a estabilidade de preços é reforçado pelas lembranças dos custos da alta inflação nos anos 1970 e da subsequente restauração da estabilidade do preço pelo presidente do Fed na década de 1980".

O presidente do Fed, que vai deixar o comando do banco central norte-americano no início de 2014, não falou sobre a atual política monetária ou sobre as circunstâncias econômicas durante o seu discurso. Ele ainda disse que o Fed tem feito mudanças em sua transparência, o que a sua provável sucessora Janet Yellen deve falar nesta quinta-feira durante discurso no Senado.

"Tradicionalmente, como outros bancos centrais, o Fed relutava para explicar as suas decisões de política monetária para o público, se baseando em uma crença de que essa postura aumentaria a eficiência da política monetária", afirmou Bernanke. "Essa falta de abertura se tornou cada vez mais fora de sintonia com outras instituições em nossa sociedade democrática, reduzindo a eficiência da política do Fed, inibindo a compreensão do público e gerando o debate sobre os objetivos da política monetária", acrescentou.

De acordo com Bernanke, isso começou a mudar em 1990, quando "a transparência, a abertura e a responsabilidade se tornaram prioridades do presidente do banco central dos EUA". Fonte: Market News International.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Decisões do Fed devem ser transparentes, diz Bernanke


14/11/2013 | 01:17


O presidente do Federal Reserve (banco central dos EUA), Ben Bernanke, refletiu sobre o seu passado como educador e ressaltou a importância da transparência do banco central em suas declarações da decisão política monetária.

Em seu discurso, Bernanke disse que os desafios enfrentados pelos Estados Unidos são abordados com mais eficácia em um ambiente de debate público. "Isso só é possível quando as decisões de política monetária são tomadas da forma mais transparente possível", afirmou.

O presidente do Fed também falou sobre as lições aprendidas e de como elas ajudaram o BC norte-americano a lidar com a crise financeira atual. Ele afirmou ainda que as recentes medidas ousadas tem como objetivo evitar cometer erros semelhantes aos cometidos no passado.

"Salvaguardar o nosso compromisso com a estabilidade de preços é reforçado pelas lembranças dos custos da alta inflação nos anos 1970 e da subsequente restauração da estabilidade do preço pelo presidente do Fed na década de 1980".

O presidente do Fed, que vai deixar o comando do banco central norte-americano no início de 2014, não falou sobre a atual política monetária ou sobre as circunstâncias econômicas durante o seu discurso. Ele ainda disse que o Fed tem feito mudanças em sua transparência, o que a sua provável sucessora Janet Yellen deve falar nesta quinta-feira durante discurso no Senado.

"Tradicionalmente, como outros bancos centrais, o Fed relutava para explicar as suas decisões de política monetária para o público, se baseando em uma crença de que essa postura aumentaria a eficiência da política monetária", afirmou Bernanke. "Essa falta de abertura se tornou cada vez mais fora de sintonia com outras instituições em nossa sociedade democrática, reduzindo a eficiência da política do Fed, inibindo a compreensão do público e gerando o debate sobre os objetivos da política monetária", acrescentou.

De acordo com Bernanke, isso começou a mudar em 1990, quando "a transparência, a abertura e a responsabilidade se tornaram prioridades do presidente do banco central dos EUA". Fonte: Market News International.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;