Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Discussão inútil

Corintianos estabeleceram uma polêmica desnecessária. O tão sonhado estádio da Fiel deveria ser construído, ou é melhor arrendar o Pacaembu?


Especial para o Diário

10/10/2008 | 00:00


Corintianos estabeleceram uma polêmica desnecessária nesta semana. O tão sonhado estádio da Fiel deveria ser construído, ou é melhor arrendar o Pacaembu?

Primeiro, há de se levar em consideração a situação financeira do clube. Como se sabe, a dívida herdada por essa gestão é monstruosa. Segundo, vai ser difícil concretizar uma negociação com a Prefeitura de São Paulo. Existem muitos obstáculos políticos e legais.

A melhor alternativa seria aparecer um grupo empresarial disposto a estabelecer uma parceria com o Corinthians. Mas isso também não é fácil. A começar pelo terreno, praticamente impossível de se encontrar na Grande São Paulo.

As prioridades corintianas são outras. Primeiro a volta para a Série A. Depois montar um bom time para tentar a Libertadores. E na seqüência pagar os credores e acertar sua situação financeira.

O estádio deve continuar sendo o aconchegante Pacaembu. E, quando for o caso, pode ser o Morumbi. E se a diretoria for criativa, pode marcar de vez em quando jogos para o interior de São Paulo. A minha Ribeirão Preto, por exemplo, está de braços abertos.

SELEÇÃO BRASILEIRA

Dunga tem pouco tempo, como se sabe, para treinar esta equipe que vai pegar a Venezuela no domingo. Além disso, os desfalques prejudicam o incipiente entrosamento.

O que precisava ser feito em Teresópolis o treinador repetiu a exaustão: troca de passes entre o meio, laterais e o ataque; cobranças de faltas e escanteios; marcação sob pressão quando o adversário tiver a posse de bola.

O Brasil terá de sair com rapidez para o ataque e para isso vai depender do talento e velocidade de alguns jogadores. Entre eles, Kaká e Robinho.

PISADA NA BOLA

Não se sabe sob qual condição e efeito Márcio Braga teria declarado que o Flamengo deverá ser o campeão deste ano. Mesmo que tudo caminhasse para isso, a atitude do cartola é precipitada, leviana e inconseqüente.

O Brasileiro está na fase final, mas muitos pontos ainda serão disputados. Não se pode desrespeitar adversários de respeito e tradição como Grêmio, Cruzeiro, Palmeiras e São Paulo, para dizer o mínimo, que estão em boas condições na tabela e também podem ganhar o título.

A desfaçatez do dirigente acabou se transformando num bumerangue. Parece que todos se uniram contra o Rubro-Negro. Para os jogadores e comissão técnica acabou aumentando ainda mais a responsabilidade.

Márcio Bernardes é âncora da rede Transamérica de Rádio e professor universitário. www.marciobernardes.com.br



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Discussão inútil

Corintianos estabeleceram uma polêmica desnecessária. O tão sonhado estádio da Fiel deveria ser construído, ou é melhor arrendar o Pacaembu?

Especial para o Diário

10/10/2008 | 00:00


Corintianos estabeleceram uma polêmica desnecessária nesta semana. O tão sonhado estádio da Fiel deveria ser construído, ou é melhor arrendar o Pacaembu?

Primeiro, há de se levar em consideração a situação financeira do clube. Como se sabe, a dívida herdada por essa gestão é monstruosa. Segundo, vai ser difícil concretizar uma negociação com a Prefeitura de São Paulo. Existem muitos obstáculos políticos e legais.

A melhor alternativa seria aparecer um grupo empresarial disposto a estabelecer uma parceria com o Corinthians. Mas isso também não é fácil. A começar pelo terreno, praticamente impossível de se encontrar na Grande São Paulo.

As prioridades corintianas são outras. Primeiro a volta para a Série A. Depois montar um bom time para tentar a Libertadores. E na seqüência pagar os credores e acertar sua situação financeira.

O estádio deve continuar sendo o aconchegante Pacaembu. E, quando for o caso, pode ser o Morumbi. E se a diretoria for criativa, pode marcar de vez em quando jogos para o interior de São Paulo. A minha Ribeirão Preto, por exemplo, está de braços abertos.

SELEÇÃO BRASILEIRA

Dunga tem pouco tempo, como se sabe, para treinar esta equipe que vai pegar a Venezuela no domingo. Além disso, os desfalques prejudicam o incipiente entrosamento.

O que precisava ser feito em Teresópolis o treinador repetiu a exaustão: troca de passes entre o meio, laterais e o ataque; cobranças de faltas e escanteios; marcação sob pressão quando o adversário tiver a posse de bola.

O Brasil terá de sair com rapidez para o ataque e para isso vai depender do talento e velocidade de alguns jogadores. Entre eles, Kaká e Robinho.

PISADA NA BOLA

Não se sabe sob qual condição e efeito Márcio Braga teria declarado que o Flamengo deverá ser o campeão deste ano. Mesmo que tudo caminhasse para isso, a atitude do cartola é precipitada, leviana e inconseqüente.

O Brasileiro está na fase final, mas muitos pontos ainda serão disputados. Não se pode desrespeitar adversários de respeito e tradição como Grêmio, Cruzeiro, Palmeiras e São Paulo, para dizer o mínimo, que estão em boas condições na tabela e também podem ganhar o título.

A desfaçatez do dirigente acabou se transformando num bumerangue. Parece que todos se uniram contra o Rubro-Negro. Para os jogadores e comissão técnica acabou aumentando ainda mais a responsabilidade.

Márcio Bernardes é âncora da rede Transamérica de Rádio e professor universitário. www.marciobernardes.com.br

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;