Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 13 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Periferia perde lazer
e espera moradia

Projeto de investimento milionário no Jardim Santo André só
terá obras entregues em 2013; investimentos é de R$ 400 mi


Cadu Proieti
Do Diário do Grande ABC

08/07/2012 | 07:00


No dia 18 de maio do ano passado, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) esteve em Santo André para lançar pacote de obras no Jardim Santo André. As intervenções envolvem investimentos de R$ 400 milhões para execução de serviços em urbanização e Habitação. Passados 13 meses, nenhum empreendimento prometido foi entregue. Além disso, os pontos de lazer, que já eram poucos, estão desaparecendo.

As primeiras 194 moradias no condomínio Santo André G, que tiveram ordem de serviço assinadas no dia da visita do governador, estão com previsão de conclusão para maio de 2013.

Outro empreendimento, com 260 unidades, está em fase de licitação. A CDHU não informou o prazo de entrega. A companhia disse que, além das moradias, estão sendo realizadas obras de consolidação geotécnica e recuperação ambiental.

Ao todo, 357 famílias terão de ser removidas de áreas que serão usadas pelo projeto. Até agora, 318 ainda vivem no local. Após adiar por duas vezes a reintegração de posse de 51 edificações, a Justiça prevê desocupar estes imóveis até dia 15. A CDHU informou que, até dezembro, todas as famílias serão removidas das áreas de risco. De acordo com a estatal, a lentidão para retirada destas pessoas não afetará o cronograma.

 

FALTA DE LAZER

Por conta das obras, dois campos de futebol amador foram desfeitos para a construção de unidades habitacionais e de base da Polícia Militar. Nenhuma das duas obras foi entregue. A única área de diversão disponível para os cerca de 28 mil habitantes do bairro é a pequena praça com sete brinquedos para crianças, modesta pista de skate e quadra de futsal em más condições.

O campo de futebol que perdeu espaço para o posto policial será mantido, segundo a CDHU. Porém, passará por manutenção, com prazo de entrega somente em 2013. A companhia afirmou que o projeto de urbanização no bairro prevê construção de outras áreas de diversão, como parque linear e sistema de lazer, com playground, quadras poliesportivas e áreas verdes. No entanto, estes equipamentos estão previstos para serem entregues juntamente com todas as obras, ao fim de 2016.

"Está ruim. Só tem a rua para as crianças brincarem, não existe outra alternativa. Os pequenos não têm para onde ir. Nunca teve espaço de lazer aqui no bairro. O campo que a meninada jogava bola no fim de semana, não existe mais", reclama a comerciante Helena de Souza Cunha, 58 anos.

ACADEMIAS

Das 49 academias ao ar livre prometidas pela Prefeitura, nenhuma está prevista para ser instalada no bairro. A administração municipal informou que, em breve, divulgará lista com os próximos espaços que receberão os equipamentos de alongamento e ginástica.

"O único espaço de lazer que temos agora é o bar. Os idosos utilizavam o campo para fazer caminhada e exercícios físicos. Nunca teve parque aqui. Não chega nada de lazer para nós. É muito ruim", reclamou o aposentado Junior Alves, 57 anos.

Bairro sofre com abandono desde a década de 1950

O Jardim Santo André sofre com abandono e condições de vida precária há décadas. O bairro foi formado por loteamentos residenciais, que acompanharam a expansão urbana da cidade na década de 1950, quando ocorreu a explosão industrial no Grande ABC.

Na segunda metade da década de 1970, as ruas eram de terra, sem guias e sarjeta. Faltavam redes de água e esgoto, iluminação.

A situação começou a mudar depois do início das intervenções da CDHU, na década de 1990, que já construiu 3.031 unidades habitacionais e urbanizou 980 lotes no bairro.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Periferia perde lazer
e espera moradia

Projeto de investimento milionário no Jardim Santo André só
terá obras entregues em 2013; investimentos é de R$ 400 mi

Cadu Proieti
Do Diário do Grande ABC

08/07/2012 | 07:00


No dia 18 de maio do ano passado, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) esteve em Santo André para lançar pacote de obras no Jardim Santo André. As intervenções envolvem investimentos de R$ 400 milhões para execução de serviços em urbanização e Habitação. Passados 13 meses, nenhum empreendimento prometido foi entregue. Além disso, os pontos de lazer, que já eram poucos, estão desaparecendo.

As primeiras 194 moradias no condomínio Santo André G, que tiveram ordem de serviço assinadas no dia da visita do governador, estão com previsão de conclusão para maio de 2013.

Outro empreendimento, com 260 unidades, está em fase de licitação. A CDHU não informou o prazo de entrega. A companhia disse que, além das moradias, estão sendo realizadas obras de consolidação geotécnica e recuperação ambiental.

Ao todo, 357 famílias terão de ser removidas de áreas que serão usadas pelo projeto. Até agora, 318 ainda vivem no local. Após adiar por duas vezes a reintegração de posse de 51 edificações, a Justiça prevê desocupar estes imóveis até dia 15. A CDHU informou que, até dezembro, todas as famílias serão removidas das áreas de risco. De acordo com a estatal, a lentidão para retirada destas pessoas não afetará o cronograma.

 

FALTA DE LAZER

Por conta das obras, dois campos de futebol amador foram desfeitos para a construção de unidades habitacionais e de base da Polícia Militar. Nenhuma das duas obras foi entregue. A única área de diversão disponível para os cerca de 28 mil habitantes do bairro é a pequena praça com sete brinquedos para crianças, modesta pista de skate e quadra de futsal em más condições.

O campo de futebol que perdeu espaço para o posto policial será mantido, segundo a CDHU. Porém, passará por manutenção, com prazo de entrega somente em 2013. A companhia afirmou que o projeto de urbanização no bairro prevê construção de outras áreas de diversão, como parque linear e sistema de lazer, com playground, quadras poliesportivas e áreas verdes. No entanto, estes equipamentos estão previstos para serem entregues juntamente com todas as obras, ao fim de 2016.

"Está ruim. Só tem a rua para as crianças brincarem, não existe outra alternativa. Os pequenos não têm para onde ir. Nunca teve espaço de lazer aqui no bairro. O campo que a meninada jogava bola no fim de semana, não existe mais", reclama a comerciante Helena de Souza Cunha, 58 anos.

ACADEMIAS

Das 49 academias ao ar livre prometidas pela Prefeitura, nenhuma está prevista para ser instalada no bairro. A administração municipal informou que, em breve, divulgará lista com os próximos espaços que receberão os equipamentos de alongamento e ginástica.

"O único espaço de lazer que temos agora é o bar. Os idosos utilizavam o campo para fazer caminhada e exercícios físicos. Nunca teve parque aqui. Não chega nada de lazer para nós. É muito ruim", reclamou o aposentado Junior Alves, 57 anos.

Bairro sofre com abandono desde a década de 1950

O Jardim Santo André sofre com abandono e condições de vida precária há décadas. O bairro foi formado por loteamentos residenciais, que acompanharam a expansão urbana da cidade na década de 1950, quando ocorreu a explosão industrial no Grande ABC.

Na segunda metade da década de 1970, as ruas eram de terra, sem guias e sarjeta. Faltavam redes de água e esgoto, iluminação.

A situação começou a mudar depois do início das intervenções da CDHU, na década de 1990, que já construiu 3.031 unidades habitacionais e urbanizou 980 lotes no bairro.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;