Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Ritmo conquistou espaço na playlist da galera jovem


Bruna Gonçalves
Do Diário do Grande ABC

08/07/2012 | 07:00


Marina Brandão

Há três anos, Gustavo Zaca, 15 anos, de Mauá, faz parte dos milhares de fãs do sertanejo renovado. Mas os amigos do garoto estranharam a nova preferência, principalmente, porque ele gostava de batidas eletrônicas e rap. "Hoje todo mundo é mais eclético, porque as músicas misturam vários estilos", explica.

O garoto não curtia sertanejo, pois achava que o ritmo era muito parado e só tinha letras românticas. Agora com pegada mais agitada e temas diversificados acredita que ficou ‘a cara' da galera. Esta é a principal preocupação da dupla João Neto e Frederico. "A gente presta muita atenção no que o público está curtindo e como se comporta na balada. São os fãs que ditam o que está na moda", afirma Frederico, 30 anos.

Outra coisa que fez Gustavo ser levado pela nova mania são as coreografias. "O pessoal sabe as dancinhas e se diverte junto." As duplas Fernando e Sorocaba, Jorge e Mateus, além dos cantores Michel Teló e Gusttavo Lima são alguns dos artistas que não podem faltar na playlist do garoto. Gustavo, que dispensa o chapéu de cowboy na balada, gosta do estilo moderno da nova geração sertaneja se vestir. "Costumo usar camisa xadrez, calça jeans e sapatênis."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ritmo conquistou espaço na playlist da galera jovem

Bruna Gonçalves
Do Diário do Grande ABC

08/07/2012 | 07:00


Marina Brandão

Há três anos, Gustavo Zaca, 15 anos, de Mauá, faz parte dos milhares de fãs do sertanejo renovado. Mas os amigos do garoto estranharam a nova preferência, principalmente, porque ele gostava de batidas eletrônicas e rap. "Hoje todo mundo é mais eclético, porque as músicas misturam vários estilos", explica.

O garoto não curtia sertanejo, pois achava que o ritmo era muito parado e só tinha letras românticas. Agora com pegada mais agitada e temas diversificados acredita que ficou ‘a cara' da galera. Esta é a principal preocupação da dupla João Neto e Frederico. "A gente presta muita atenção no que o público está curtindo e como se comporta na balada. São os fãs que ditam o que está na moda", afirma Frederico, 30 anos.

Outra coisa que fez Gustavo ser levado pela nova mania são as coreografias. "O pessoal sabe as dancinhas e se diverte junto." As duplas Fernando e Sorocaba, Jorge e Mateus, além dos cantores Michel Teló e Gusttavo Lima são alguns dos artistas que não podem faltar na playlist do garoto. Gustavo, que dispensa o chapéu de cowboy na balada, gosta do estilo moderno da nova geração sertaneja se vestir. "Costumo usar camisa xadrez, calça jeans e sapatênis."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;