Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Suspeita pela morte de juiz do MT acusa tio


Do Diário do Grande ABC

05/11/1999 | 10:33


O procurador da Repúbica Pedro Taques confirmou nesta quinta-feira a declaraçao da funcionária do Fórum de Cuiabá Beatriz Arias de que seu tio Marcos Peralta foi o autor do assassinato do juiz Leopodino Marques do Amaral.

Apesar da declaraçao de Beatriz, nao foi pedida a prisao preventiva de Peralta, segundo Taques. Ele teve prisao temporária decretada há cerca de 50 dias. A polícia ainda avalia outras hipóteses para a autoria do crime e Beatriz permanece presa.

O corpo do juiz foi encontrado com dois tiros e semicarbonizado no dia 7 de setembro em Concepción, no Paraguai, algum tempo depois de ter denunciado o envolvimento desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso com o narcotráfico.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Suspeita pela morte de juiz do MT acusa tio

Do Diário do Grande ABC

05/11/1999 | 10:33


O procurador da Repúbica Pedro Taques confirmou nesta quinta-feira a declaraçao da funcionária do Fórum de Cuiabá Beatriz Arias de que seu tio Marcos Peralta foi o autor do assassinato do juiz Leopodino Marques do Amaral.

Apesar da declaraçao de Beatriz, nao foi pedida a prisao preventiva de Peralta, segundo Taques. Ele teve prisao temporária decretada há cerca de 50 dias. A polícia ainda avalia outras hipóteses para a autoria do crime e Beatriz permanece presa.

O corpo do juiz foi encontrado com dois tiros e semicarbonizado no dia 7 de setembro em Concepción, no Paraguai, algum tempo depois de ter denunciado o envolvimento desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso com o narcotráfico.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;