Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 11 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Grupo de oposiçao promete vingança ao Ira


Do Diário do Grande ABC

04/11/1999 | 12:17


Os Mudjahedines do Povo, grupo de oposiçao iraniana, ameaçaram se vingar do Ira pela queda de um míssil que matou seis pessoas em uma de suas bases no Iraque. ``A direçao dos Mudjahedines no interior do Ira responderá a esta agressao em seu devido tempo'', declarou um porta-voz do partido iraniano. ``As forças do Exército de Libertaçao Nacional encontram-se em estado de alerta, temendo uma nova agressao'', completou.

Os Mudjahedines registraram em suas fileiras cinco mortos e 54 feridos, alguns em estado grave, que foram hospitalizados.

Sem citar explicitamente o Ira, um porta-voz oficial iraquiano denunciou que se tratava de ``um ato terrorista covarde, comandando por um Estado estrangeiro''.

Em Teera, um porta-voz do Ministério das Relaçoes Exteriores, Hamid Reza Asefi, citado pela agência oficial Irna, desmentiu categoricamente a acusaçao, afirmando que ``nenhuma operaçao militar foi conduzida pelo Ira em território iraquiano''.

O míssil teve como alvo uma base dos Mudjahedines na regiao de Basra (Sul do Iraque), a 35 Km da fronteira iraniana.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grupo de oposiçao promete vingança ao Ira

Do Diário do Grande ABC

04/11/1999 | 12:17


Os Mudjahedines do Povo, grupo de oposiçao iraniana, ameaçaram se vingar do Ira pela queda de um míssil que matou seis pessoas em uma de suas bases no Iraque. ``A direçao dos Mudjahedines no interior do Ira responderá a esta agressao em seu devido tempo'', declarou um porta-voz do partido iraniano. ``As forças do Exército de Libertaçao Nacional encontram-se em estado de alerta, temendo uma nova agressao'', completou.

Os Mudjahedines registraram em suas fileiras cinco mortos e 54 feridos, alguns em estado grave, que foram hospitalizados.

Sem citar explicitamente o Ira, um porta-voz oficial iraquiano denunciou que se tratava de ``um ato terrorista covarde, comandando por um Estado estrangeiro''.

Em Teera, um porta-voz do Ministério das Relaçoes Exteriores, Hamid Reza Asefi, citado pela agência oficial Irna, desmentiu categoricamente a acusaçao, afirmando que ``nenhuma operaçao militar foi conduzida pelo Ira em território iraquiano''.

O míssil teve como alvo uma base dos Mudjahedines na regiao de Basra (Sul do Iraque), a 35 Km da fronteira iraniana.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;