Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Edu Piano e Rogério Almeida vencem 3ª etapa do Rally dos Sertões


Gabriela Araújo
Especial para o Diário

03/08/2005 | 09:01


A dupla do Chevrolet Rally Team, Edu Piano e Rogério Almeida, venceu a especial do terceiro dia de competição do Rally dos Sertões, entre as cidades de São Felix do Araguaia, no Mato Grosso, e Santana do Araguaia, no Pará, completando a especial de 200 quilômetros em 3h21, dois minutos à frente dos segundos colocados Ulysses Bertholdo e Rafael Capoani, da Mitsubish L200 RS. Em terceiro lugar, também da equipe L200 RS, apareceram Felipe Bibas e Emerson Cavassim.

“Foi uma especial muito dura e cansativa. O calor foi intenso e tivemos que trabalhar o tempo todo, pois tinha de tudo, pedras, erosão. Andamos bem, poupando o carro e com muita atenção na navegação”, disse o piloto Edu Piano.

O piloto de moto Maurício Fernandes, que corre pela equipe BMW, parou poucos quilômetros após a largada e acionou ajuda médica da organização. Ele sofreu uma torção no joelho depois de apoiar o pé no chão durante a etapa cronometrada. Outro piloto de moto, Idelvan Marques, ficou completamente perdido na especial de terça-feira. Ele se perdeu no trecho e sua moto acabou sem combustível. Idelvan pediu ajuda ao avião da organização sem saber onde estava.

O chileno Francisco Chaleco Lopez, que sofreu um grave acidente na etapa cronometrada de segunda-feira e teve traumatismo craniano, foi levado para Palmas para fazer exames detalhados. Os resultados foram satisfatórios e o piloto deu sinais de que está se recuperando.

Nesta quarta-feira, os participantes sairão de Santana do Araguaia para Palmas, capital do Tocantins. Serão 183 km de especial, que terá todo o tipo de terreno: trechos de alta e baixa velocidades, onde os pilotos e navegadores enfrentarão trilhas com lombadas, depressões, muitas curvas fechadas, riachos, pedras, erosões e pontes de madeira, exigindo ainda mais atenção dos competidores.

O percurso do dia inclui também 147 km com a travessia de balsa e 77 km de deslocamento final, somando 407 km de asfalto e 230 km de terra.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Edu Piano e Rogério Almeida vencem 3ª etapa do Rally dos Sertões

Gabriela Araújo
Especial para o Diário

03/08/2005 | 09:01


A dupla do Chevrolet Rally Team, Edu Piano e Rogério Almeida, venceu a especial do terceiro dia de competição do Rally dos Sertões, entre as cidades de São Felix do Araguaia, no Mato Grosso, e Santana do Araguaia, no Pará, completando a especial de 200 quilômetros em 3h21, dois minutos à frente dos segundos colocados Ulysses Bertholdo e Rafael Capoani, da Mitsubish L200 RS. Em terceiro lugar, também da equipe L200 RS, apareceram Felipe Bibas e Emerson Cavassim.

“Foi uma especial muito dura e cansativa. O calor foi intenso e tivemos que trabalhar o tempo todo, pois tinha de tudo, pedras, erosão. Andamos bem, poupando o carro e com muita atenção na navegação”, disse o piloto Edu Piano.

O piloto de moto Maurício Fernandes, que corre pela equipe BMW, parou poucos quilômetros após a largada e acionou ajuda médica da organização. Ele sofreu uma torção no joelho depois de apoiar o pé no chão durante a etapa cronometrada. Outro piloto de moto, Idelvan Marques, ficou completamente perdido na especial de terça-feira. Ele se perdeu no trecho e sua moto acabou sem combustível. Idelvan pediu ajuda ao avião da organização sem saber onde estava.

O chileno Francisco Chaleco Lopez, que sofreu um grave acidente na etapa cronometrada de segunda-feira e teve traumatismo craniano, foi levado para Palmas para fazer exames detalhados. Os resultados foram satisfatórios e o piloto deu sinais de que está se recuperando.

Nesta quarta-feira, os participantes sairão de Santana do Araguaia para Palmas, capital do Tocantins. Serão 183 km de especial, que terá todo o tipo de terreno: trechos de alta e baixa velocidades, onde os pilotos e navegadores enfrentarão trilhas com lombadas, depressões, muitas curvas fechadas, riachos, pedras, erosões e pontes de madeira, exigindo ainda mais atenção dos competidores.

O percurso do dia inclui também 147 km com a travessia de balsa e 77 km de deslocamento final, somando 407 km de asfalto e 230 km de terra.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;