Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

GM revela Captiva

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Marcelo Monegato
Do Diário do Grande ABC

20/08/2008 | 07:00


Que a indústria automotiva brasileira vai muito bem (obrigado!) não chega a ser novidade para ninguém, afinal, a cada mês são batidos recordes e mais recordes de vendas. No entanto, o que poucos sabem é que o segmento dos utilitários esportivos (veículo que podem ultrapassar a marca dos R$ 100 mil facilmente) é um dos que mais crescem no País. Prova disso é que em 2007 foram vendidos, em média, mais de 9 mil utilitários por mês.

E buscando abocanhar uma fatia deste generoso ‘bolo', a Chevrolet traz para o Brasil o SUV (Sport Utility Vehicle) Captiva Sport, fabricado no México e importado com isenção de impostos graça a um acordo entre as duas nações.

Importante: ela não substituirá a veteraníssima Blazer, que continuará sendo fabricada, já que ainda tem excelente mercado entre as autoridades.

Durante apresentação do modelo ao jornalistas, no paradisíaco balneário de Los Cabos, no México, a Chevrolet revelou algumas particularidades do veículo, que será comercializado por aqui em duas versões: a FWD (tração dianteira), que custará R$ 92.990, e a AWF (tração integral inteligente), que partirá de R$ 99.990.

Entre elas poucas diferenças. Além de todos os equipamentos oferecidos pela FWD, a AWD tem rádio CD Change e revestimento dos bancos em couro, com sistema de aquecimento dos assentos.

O utilitário de cinco lugares traz alguns itens conhecidos dos brasileiro. Um deles é o motor 3.6 V6 24V que equipa o Omega CD, importado da Austrália. A transmissão, por sua vez, é automática de seis velocidades, com opção de troca manual.

Com relação aos equipamentos de série, a lista promete agradar. Além de air bag, ar-condicionado, controle de estabilidade (ESP), monitoramento da pressão dos pneus, entre outros ‘agrados', o Captiva Sport tem um sistema de acionamento do veículo à distância. Isso mesmo! O motorista pode ligar o SUV mesmo estando fora dele.

Na edição da próxima quarta-feira, a jornalista Sueli Osório, enviada do Diário ao México, trará as primeiras impressões ao dirigir do modelo.

Números - A Chevrolet aposta no sucesso de vendas do Captiva no Brasil. E argumentos para isso não faltam. Segundo a montadora, em 2007 foram comercializadas 98 mil unidades somente nos Estados Unidos. Já em todo o mundo foram 220 mil vendas. (Colaborou Sueli Osório, enviada ao México)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

GM revela Captiva

Marcelo Monegato
Do Diário do Grande ABC

20/08/2008 | 07:00


Que a indústria automotiva brasileira vai muito bem (obrigado!) não chega a ser novidade para ninguém, afinal, a cada mês são batidos recordes e mais recordes de vendas. No entanto, o que poucos sabem é que o segmento dos utilitários esportivos (veículo que podem ultrapassar a marca dos R$ 100 mil facilmente) é um dos que mais crescem no País. Prova disso é que em 2007 foram vendidos, em média, mais de 9 mil utilitários por mês.

E buscando abocanhar uma fatia deste generoso ‘bolo', a Chevrolet traz para o Brasil o SUV (Sport Utility Vehicle) Captiva Sport, fabricado no México e importado com isenção de impostos graça a um acordo entre as duas nações.

Importante: ela não substituirá a veteraníssima Blazer, que continuará sendo fabricada, já que ainda tem excelente mercado entre as autoridades.

Durante apresentação do modelo ao jornalistas, no paradisíaco balneário de Los Cabos, no México, a Chevrolet revelou algumas particularidades do veículo, que será comercializado por aqui em duas versões: a FWD (tração dianteira), que custará R$ 92.990, e a AWF (tração integral inteligente), que partirá de R$ 99.990.

Entre elas poucas diferenças. Além de todos os equipamentos oferecidos pela FWD, a AWD tem rádio CD Change e revestimento dos bancos em couro, com sistema de aquecimento dos assentos.

O utilitário de cinco lugares traz alguns itens conhecidos dos brasileiro. Um deles é o motor 3.6 V6 24V que equipa o Omega CD, importado da Austrália. A transmissão, por sua vez, é automática de seis velocidades, com opção de troca manual.

Com relação aos equipamentos de série, a lista promete agradar. Além de air bag, ar-condicionado, controle de estabilidade (ESP), monitoramento da pressão dos pneus, entre outros ‘agrados', o Captiva Sport tem um sistema de acionamento do veículo à distância. Isso mesmo! O motorista pode ligar o SUV mesmo estando fora dele.

Na edição da próxima quarta-feira, a jornalista Sueli Osório, enviada do Diário ao México, trará as primeiras impressões ao dirigir do modelo.

Números - A Chevrolet aposta no sucesso de vendas do Captiva no Brasil. E argumentos para isso não faltam. Segundo a montadora, em 2007 foram comercializadas 98 mil unidades somente nos Estados Unidos. Já em todo o mundo foram 220 mil vendas. (Colaborou Sueli Osório, enviada ao México)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;