Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Jovens dominam segundo dia do Festival do Chocolate


Sara Saar
Do Diário do Grande ABC

14/08/2010 | 07:06


Em grupos de amigos ou casais, jovens e adolescentes eram maioria ontem na segunda noite do Festival do Chocolate de Ribeirão Pires. Segundo a Prefeitura, por volta das 20h30, o Complexo Ayrton Senna registrava público de 6.000 pessoas.

Atração de peso, o quarteto brasiliense Capital Inicial, capitaneado por Dinho Ouro Preto, mostrou que tem apelo junto aos mais novos, aqueles que nem haviam nascido quando o grupo se formou (década de 1980).

Exemplo disso é a estudante Mayra Oliveira, 14 anos, de Ribeirão Pires, que chegou às 18h30, acompanhada de amiga, para o show com início previsto às 22h. "Viemos cedo para ficar na grade e ver a banda de perto", afirmou a adolescente. E completou: "Sou fã mesmo. Tenho até foto e autógrafos deles".

Entre os vários casais, estava a estudante Larissa de Carvalho, 17, de Santo André, de mão dadas com o namorado. "Gosto de rock. Capital Inicial é a banda brasileira que mais acompanho", declarou.

O público era formado também por aqueles que queriam reviver a época de adolescente embalada por canções como Natasha, caso da servidora pública Viviane dos Santos Alconchel, 34, de Ribeirão Pires. "Acompanho a banda até hoje e passo esse gosto para o meu filho Thierry, de 11", contou.

Durante a noite de temperatura amena, era possível circular livremente, sem filas na revista ou nas barracas de alimentação. Uma das delícias inéditas à base de cacau é a iguaria nomeada Strogonoff de Chocolate, vendida a R$ 3. Trata-se de um musse com castanhas e pedaços de chocolate.

Outra inovação é o agradável Chocoim, que leva creme de chocolate, amendoim torrado, leite condensado, chantilly, canela e farofa de amendoin. "É a aposta desta edição. Já está sendo a mais procurada", garantiu a chocolateira Patrícia Silvestre Lucio.

A estudante Carolina Foguchi, 17, de Santo André, saboreou a delícia. "Gostei bastante. É diferente de tudo o que havia experimentado, feito de chocolate", analisou.

O trafego estava tranqüilo. Até o fechamento desta edição, somente uma ocorrência foi registrada: um ciclista atropelado por um veículo na Avenida Brasil, que passa bem.
Hoje, será a vez das duplas Lucas & Luan e Roger & Rogério. Já amanhã, Marcos & Belutti. Ingressos custam R$ 10 hoje e R$ 20 amanhã. Informações no site da Prefeitura.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jovens dominam segundo dia do Festival do Chocolate

Sara Saar
Do Diário do Grande ABC

14/08/2010 | 07:06


Em grupos de amigos ou casais, jovens e adolescentes eram maioria ontem na segunda noite do Festival do Chocolate de Ribeirão Pires. Segundo a Prefeitura, por volta das 20h30, o Complexo Ayrton Senna registrava público de 6.000 pessoas.

Atração de peso, o quarteto brasiliense Capital Inicial, capitaneado por Dinho Ouro Preto, mostrou que tem apelo junto aos mais novos, aqueles que nem haviam nascido quando o grupo se formou (década de 1980).

Exemplo disso é a estudante Mayra Oliveira, 14 anos, de Ribeirão Pires, que chegou às 18h30, acompanhada de amiga, para o show com início previsto às 22h. "Viemos cedo para ficar na grade e ver a banda de perto", afirmou a adolescente. E completou: "Sou fã mesmo. Tenho até foto e autógrafos deles".

Entre os vários casais, estava a estudante Larissa de Carvalho, 17, de Santo André, de mão dadas com o namorado. "Gosto de rock. Capital Inicial é a banda brasileira que mais acompanho", declarou.

O público era formado também por aqueles que queriam reviver a época de adolescente embalada por canções como Natasha, caso da servidora pública Viviane dos Santos Alconchel, 34, de Ribeirão Pires. "Acompanho a banda até hoje e passo esse gosto para o meu filho Thierry, de 11", contou.

Durante a noite de temperatura amena, era possível circular livremente, sem filas na revista ou nas barracas de alimentação. Uma das delícias inéditas à base de cacau é a iguaria nomeada Strogonoff de Chocolate, vendida a R$ 3. Trata-se de um musse com castanhas e pedaços de chocolate.

Outra inovação é o agradável Chocoim, que leva creme de chocolate, amendoim torrado, leite condensado, chantilly, canela e farofa de amendoin. "É a aposta desta edição. Já está sendo a mais procurada", garantiu a chocolateira Patrícia Silvestre Lucio.

A estudante Carolina Foguchi, 17, de Santo André, saboreou a delícia. "Gostei bastante. É diferente de tudo o que havia experimentado, feito de chocolate", analisou.

O trafego estava tranqüilo. Até o fechamento desta edição, somente uma ocorrência foi registrada: um ciclista atropelado por um veículo na Avenida Brasil, que passa bem.
Hoje, será a vez das duplas Lucas & Luan e Roger & Rogério. Já amanhã, Marcos & Belutti. Ingressos custam R$ 10 hoje e R$ 20 amanhã. Informações no site da Prefeitura.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;