Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Powell pede a Arafat que ajude Abbas


Da AFP

08/06/2003 | 12:18


O secretário de estado americano, Colin Powell, pediu ao líder palestino Yasser Arafat que faça mais esforços a favor do processo de paz no Oriente Médio depois de um ataque na Faixa de Gaza este domingo que deixou sete mortos. "Arafat tem que desempenhar um papel mais positivo do que desempenhou em dias recentes ou nos dois últimos anos", disse Powell à TV Fox News.

"Ainda é o presidente da Autoridade Palestina, reconheço-o, e tem um lugar nas mentes e nos corações do povo palestino", afirmou Powell horas depois que um ataque a um posto militar israelense deixou quatro israelenses e três palestinos mortos.

O incidente põe em risco o novo plano de paz para o Oriente Médio e também a capacidade do premier palestino Mahmud Abbas de garantir um cessar-fogo.

Powell disse que atos desse tipo podem ser evitados se Arafat se pronunciar claramente contra o terrorismo. "Não encontramos em Arafat um interlocutor útil e por isso é que não negociamos com ele no ano passado", assinalou Powell.

"Espero que mais países pressionem Yasser Arafat para que ajude o premier Abbas a administrar o terrorismo e que não espere que Abbas fracasse", acrescentou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Powell pede a Arafat que ajude Abbas

Da AFP

08/06/2003 | 12:18


O secretário de estado americano, Colin Powell, pediu ao líder palestino Yasser Arafat que faça mais esforços a favor do processo de paz no Oriente Médio depois de um ataque na Faixa de Gaza este domingo que deixou sete mortos. "Arafat tem que desempenhar um papel mais positivo do que desempenhou em dias recentes ou nos dois últimos anos", disse Powell à TV Fox News.

"Ainda é o presidente da Autoridade Palestina, reconheço-o, e tem um lugar nas mentes e nos corações do povo palestino", afirmou Powell horas depois que um ataque a um posto militar israelense deixou quatro israelenses e três palestinos mortos.

O incidente põe em risco o novo plano de paz para o Oriente Médio e também a capacidade do premier palestino Mahmud Abbas de garantir um cessar-fogo.

Powell disse que atos desse tipo podem ser evitados se Arafat se pronunciar claramente contra o terrorismo. "Não encontramos em Arafat um interlocutor útil e por isso é que não negociamos com ele no ano passado", assinalou Powell.

"Espero que mais países pressionem Yasser Arafat para que ajude o premier Abbas a administrar o terrorismo e que não espere que Abbas fracasse", acrescentou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;