Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Exército israelense admite ter matado 3 palestinos desarmados


Da AFP

27/11/2003 | 13:08


O exército israelense admitiu ter matado, quarta-feira, na Faixa de Gaza, três palestinos desarmados, todos membros de uma mesma família.

O exército admitiu que os três palestinos que matou na quarta, perto da passagem de Kisufim, centro da Faixa de Gaza, estavam desarmados, ao contrário do que afirmaram inicialmente. Segundo a versão do exército, soldados israelenses localizaram "um comando terrorista em uma zona proibida aos palestinos e que se aproximava de uma estrada para cometer um ataque".

"Os soldados localizaram um automóvel que, conforme pensaram, seria utilizado pelos terroristas para fugir. Dispararam e mataram as três pessoas que viajavam no veículo", segundo o porta-voz.

Jaled Ahmad al Smeiri, 40 anos, Ibrahim Musa al Smeiri, 32, e Usama Suleiman al Smeiri, também 32, membros da mesma família e originários da localidade de Abu al Akin, voltavam para casa depois de ter visitado uns parentes por ocasião da festa muçulmana de Aid al Fitr, informaram pessoas ligadas às vítimas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Exército israelense admite ter matado 3 palestinos desarmados

Da AFP

27/11/2003 | 13:08


O exército israelense admitiu ter matado, quarta-feira, na Faixa de Gaza, três palestinos desarmados, todos membros de uma mesma família.

O exército admitiu que os três palestinos que matou na quarta, perto da passagem de Kisufim, centro da Faixa de Gaza, estavam desarmados, ao contrário do que afirmaram inicialmente. Segundo a versão do exército, soldados israelenses localizaram "um comando terrorista em uma zona proibida aos palestinos e que se aproximava de uma estrada para cometer um ataque".

"Os soldados localizaram um automóvel que, conforme pensaram, seria utilizado pelos terroristas para fugir. Dispararam e mataram as três pessoas que viajavam no veículo", segundo o porta-voz.

Jaled Ahmad al Smeiri, 40 anos, Ibrahim Musa al Smeiri, 32, e Usama Suleiman al Smeiri, também 32, membros da mesma família e originários da localidade de Abu al Akin, voltavam para casa depois de ter visitado uns parentes por ocasião da festa muçulmana de Aid al Fitr, informaram pessoas ligadas às vítimas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;