Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Economista morto no cinema é enterrado em S. Caetano


Flávio Leal
Da Redaçao
Com Diário OnLine

05/11/1999 | 12:24


O economista Júlio Maurício Zemattis foi enterrado na manha desta sexta-feira, por volta das 11h, no cemitério da Saudade, em Sao Caetano. Júlio, que faria 29 anos em 20 de dezembro, foi uma das vítimas dos disparos realizados pelo estudante de medicina Mateus da Costa Meira.

Cerca de 30 pessoas estiveram quinta-feira (04) no velório, no cemitério das Goiabeiras, na Lapa, em Sao Paulo, de onde o corpo foi transferido para Sao Caetano por volta das 9h desta sexta.

Segundo Nilda Naruzevicius Lanfranche, prima do economista, o enterro foi em Sao Caetano porque a família possui uma campa no cemitério da Saudade há 80 anos.

"Nossas famílias sao descendentes de lituanos e moravam na Vila Bela, como a maior parte da colônia lituana, e por ser próximo a Sao Caetano, a campa da família Zemattis fica lá", disse Nilda.

Andréa Langhi, 28 anos, amiga e ex-namorada de Júlio, compareceu ao velório, mesmo ferida na coxa esquerda. Ela estava com Júlio na sessao quando houve os disparos e foi atendida no hospital Albert Einstein. "Quando ouvi os tiros e me dei conta de que nao era no filme falei para o Júlio tomar cuidado, mas ele nao respondeu. Acho que já tinha morrido. Vi sangue e tropecei em várias pessoas caídas no chao. Pensei até que mais gente tinha morrido", contou. Ela namorou por quatro anos com o economista. Havia quatro anos os dois eram apenas amigos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Economista morto no cinema é enterrado em S. Caetano

Flávio Leal
Da Redaçao
Com Diário OnLine

05/11/1999 | 12:24


O economista Júlio Maurício Zemattis foi enterrado na manha desta sexta-feira, por volta das 11h, no cemitério da Saudade, em Sao Caetano. Júlio, que faria 29 anos em 20 de dezembro, foi uma das vítimas dos disparos realizados pelo estudante de medicina Mateus da Costa Meira.

Cerca de 30 pessoas estiveram quinta-feira (04) no velório, no cemitério das Goiabeiras, na Lapa, em Sao Paulo, de onde o corpo foi transferido para Sao Caetano por volta das 9h desta sexta.

Segundo Nilda Naruzevicius Lanfranche, prima do economista, o enterro foi em Sao Caetano porque a família possui uma campa no cemitério da Saudade há 80 anos.

"Nossas famílias sao descendentes de lituanos e moravam na Vila Bela, como a maior parte da colônia lituana, e por ser próximo a Sao Caetano, a campa da família Zemattis fica lá", disse Nilda.

Andréa Langhi, 28 anos, amiga e ex-namorada de Júlio, compareceu ao velório, mesmo ferida na coxa esquerda. Ela estava com Júlio na sessao quando houve os disparos e foi atendida no hospital Albert Einstein. "Quando ouvi os tiros e me dei conta de que nao era no filme falei para o Júlio tomar cuidado, mas ele nao respondeu. Acho que já tinha morrido. Vi sangue e tropecei em várias pessoas caídas no chao. Pensei até que mais gente tinha morrido", contou. Ela namorou por quatro anos com o economista. Havia quatro anos os dois eram apenas amigos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;