Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Veterana, Dara Torres conquista sua décima medalha olímpica


Da AFP

10/08/2008 | 02:34


A incansável nadadora norte-americana Dara Torres, 41 anos, conseguiu neste domingo a sua décima medalha olímpica ao obter o segundo lugar com sua equipe de revezamento 4x100m livre.

"Quando estou na água, não sei a idade que tenho. É algo que não importa uma vez que vocês está lá dentro", disse Torres, única nadadora da história a ganhar medalhas em outras quatro edições dos Jogos Olímpicos.

"Muitas mulheres e homens da minha idade me procuram para dizer que sou uma inspiração para eles, e que agora fazem coisas que não imaginavam que podiam fazer. A idade é só um número e espero que minha idade abra caminho para outros atletas que quiserem voltar ao esporte", continuou.

Em um esporte marcado pela presença de jovens prodígios, Torres se tornou um bom exemplo para os mais velhos, com 10 medalhas conquistadas. Ela participou de Los Angeles (1984), Seul (1988), Barcelona (1992) e Sydney (2000).

Em Pequim, Torres tem uma motivação extra para lutar por medalhas: Michael Lohberg, seu treinador nos últimos dois anos, que luta contra uma anemia aplástica.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Veterana, Dara Torres conquista sua décima medalha olímpica

Da AFP

10/08/2008 | 02:34


A incansável nadadora norte-americana Dara Torres, 41 anos, conseguiu neste domingo a sua décima medalha olímpica ao obter o segundo lugar com sua equipe de revezamento 4x100m livre.

"Quando estou na água, não sei a idade que tenho. É algo que não importa uma vez que vocês está lá dentro", disse Torres, única nadadora da história a ganhar medalhas em outras quatro edições dos Jogos Olímpicos.

"Muitas mulheres e homens da minha idade me procuram para dizer que sou uma inspiração para eles, e que agora fazem coisas que não imaginavam que podiam fazer. A idade é só um número e espero que minha idade abra caminho para outros atletas que quiserem voltar ao esporte", continuou.

Em um esporte marcado pela presença de jovens prodígios, Torres se tornou um bom exemplo para os mais velhos, com 10 medalhas conquistadas. Ela participou de Los Angeles (1984), Seul (1988), Barcelona (1992) e Sydney (2000).

Em Pequim, Torres tem uma motivação extra para lutar por medalhas: Michael Lohberg, seu treinador nos últimos dois anos, que luta contra uma anemia aplástica.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;