Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Governo propoe mudança em juro de fundos constitucionais


Do Diário do Grande ABC

26/11/1999 | 12:13


O Ministério da Integraçao Nacional vai propor uma mudança no sistema de juros dos três fundos constitucionais de investimento no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O rebate (desconto) dos juros, atualmente acertado em contrato, deve ser concedido apenas aos tomadores adimplentes no momento do pagamento da parcela de empréstimo. Esse desconto atualmente chega a 60% dos juros.

O Ministério também quer estabelecer juros fixos para as empresas. Hoje, o sistema é IGP-DI mais uma taxa. "Os juros sao muito altos", afirmou o ministro da Integraçao, Fernando Bezerra. Ele toma como base que a inflaçao deve se manter no patamar de 6% estabelecido pelo governo no ano que vem.

"Mas estudamos mecanismos contra um risco de oscilaçao dessa taxa, caso ela fique muito acima ou muito abaixo dos 6%", afirmou. O Ministério também está revisando o sistema de aplicaçao dos dois fundos de incentivos fiscais, o Finor e o Finam.

O ministro participa do Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Governo propoe mudança em juro de fundos constitucionais

Do Diário do Grande ABC

26/11/1999 | 12:13


O Ministério da Integraçao Nacional vai propor uma mudança no sistema de juros dos três fundos constitucionais de investimento no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O rebate (desconto) dos juros, atualmente acertado em contrato, deve ser concedido apenas aos tomadores adimplentes no momento do pagamento da parcela de empréstimo. Esse desconto atualmente chega a 60% dos juros.

O Ministério também quer estabelecer juros fixos para as empresas. Hoje, o sistema é IGP-DI mais uma taxa. "Os juros sao muito altos", afirmou o ministro da Integraçao, Fernando Bezerra. Ele toma como base que a inflaçao deve se manter no patamar de 6% estabelecido pelo governo no ano que vem.

"Mas estudamos mecanismos contra um risco de oscilaçao dessa taxa, caso ela fique muito acima ou muito abaixo dos 6%", afirmou. O Ministério também está revisando o sistema de aplicaçao dos dois fundos de incentivos fiscais, o Finor e o Finam.

O ministro participa do Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;