Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Quatro israelenses morrem em atentado na Faixa de Gaza


Da AFP

15/02/2003 | 14:20


Quatro soldados israelenses foram mortos e vários ficaram feridos neste sábado na Faixa de Gaza, após seu tanque ter sido destruído por grupos armados palestinos.

O tanque foi atacado durante uma incursão israelense na zona autônoma palestina, na região de Beit Lahia, perto de uma colônia judia da Faixa de Gaza. O veículo se incendiou e foi totalmente destruído durante o ataque.

As Brigadas Ezzedine al Qasam, braço armado do movimento radical Hamas, reivindicaram numa nota a autoria do ataque e prometeram a "perseguição da Jihad (guerra santa) contra Israel". O ataque também foi reivindicado num comunicado conjunto das Brigadas dos Mártires de Al Aqsa e das Brigadas Al Qods.

Com estas novas mortes, sobe para 2.949 o número de vítimas fatais desde o início da Intifada em setembro de 2000, entre elas 2.199 palestinos e 694 israelenses.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Quatro israelenses morrem em atentado na Faixa de Gaza

Da AFP

15/02/2003 | 14:20


Quatro soldados israelenses foram mortos e vários ficaram feridos neste sábado na Faixa de Gaza, após seu tanque ter sido destruído por grupos armados palestinos.

O tanque foi atacado durante uma incursão israelense na zona autônoma palestina, na região de Beit Lahia, perto de uma colônia judia da Faixa de Gaza. O veículo se incendiou e foi totalmente destruído durante o ataque.

As Brigadas Ezzedine al Qasam, braço armado do movimento radical Hamas, reivindicaram numa nota a autoria do ataque e prometeram a "perseguição da Jihad (guerra santa) contra Israel". O ataque também foi reivindicado num comunicado conjunto das Brigadas dos Mártires de Al Aqsa e das Brigadas Al Qods.

Com estas novas mortes, sobe para 2.949 o número de vítimas fatais desde o início da Intifada em setembro de 2000, entre elas 2.199 palestinos e 694 israelenses.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;