Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Kremlin desmente possível destituiçao de Putin


Do Diário do Grande ABC

09/11/1999 | 08:51


O Kremlin desmentiu, esta terça-feira, informaçoes da imprensa de que o presidente russo, Boris Yeltsin, poderia destituir em breve o primeiro-ministro Vladimir Putin. O desmentido foi feito pelo número dois do gabinete presidencial, Igor Chabdurassulov, citado pela agência russa Interfax.

``Nao haverá tal destituiçao. Respeito muito Putin, o considero um homem de princípios e que eu saiba o presidente compartilha minha opiniao'', declarou. Aqueles que divulgam esses boatos, acrescentou, ``buscam um objetivo político'', ante a proximidade das eleiçoes legislativas de dezembro.

Os jornais moscovitas afirmaram, no último sábado, que o presidente Yeltsin, pressionado por seus assessores e pelos ocidentais, poderia decidir a suspensao da operaçao militar na Chechênia e a demissao de Putin.

Putin converteu a Chechênia em seu assunto pessoal e defende uma linha dura muito apreciada pelos militares.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Kremlin desmente possível destituiçao de Putin

Do Diário do Grande ABC

09/11/1999 | 08:51


O Kremlin desmentiu, esta terça-feira, informaçoes da imprensa de que o presidente russo, Boris Yeltsin, poderia destituir em breve o primeiro-ministro Vladimir Putin. O desmentido foi feito pelo número dois do gabinete presidencial, Igor Chabdurassulov, citado pela agência russa Interfax.

``Nao haverá tal destituiçao. Respeito muito Putin, o considero um homem de princípios e que eu saiba o presidente compartilha minha opiniao'', declarou. Aqueles que divulgam esses boatos, acrescentou, ``buscam um objetivo político'', ante a proximidade das eleiçoes legislativas de dezembro.

Os jornais moscovitas afirmaram, no último sábado, que o presidente Yeltsin, pressionado por seus assessores e pelos ocidentais, poderia decidir a suspensao da operaçao militar na Chechênia e a demissao de Putin.

Putin converteu a Chechênia em seu assunto pessoal e defende uma linha dura muito apreciada pelos militares.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;