Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Em BH, Flamengo tenta suportar pressão do Atlético-MG



05/11/2014 | 07:00


Ver a sua equipe na semifinal da Copa do Brasil é considerado um "bônus" para o técnico do Flamengo, Vanderlei Luxemburgo, contratado para tirar o time da lanterna do Campeonato Brasileiro. Mas a equipe carioca foi além. Na partida desta quarta-feira, às 22 horas, contra o Atlético Mineiro, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pode até perder por um gol de diferença que mesmo assim lutará pelo tetracampeonato.

Campeão da Copa do Brasil no ano passado, o Flamengo vai ter pela frente uma equipe acostumada a reverter placares desfavoráveis. O mais recente foi diante do Corinthians na fase anterior, quando também perdeu a primeira partida por 2 a 0, mas venceu em casa por 4 a 1.

Nos últimos dias, jogadores importantes do time carioca preocuparam por causa de lesões. O lateral-direito e capitão Léo Moura, com uma lesão na coxa, foi vetado. Já os meias Everton e Gabriel, viajaram para Belo Horizonte, mas ainda são dúvida.

Vanderlei Luxemburgo evitou adiantar a escalação e falar da postura que o clube rubro-negro vai apresentar fora de casa. Para ele o time deve "jogar os 90 minutos". O treinador também tenta retirar a pressão sobre o jogo decisivo. A tendência é que o Flamengo explore o contra-ataque - a equipe deverá atuar com cautela para não repetir a atuação diante do Coritiba, nas oitavas, quando perdeu por 3 a 0 em Curitiba.

"EU ACREDITO" - Na campanha da Copa Libertadores do ano passado, a torcida atleticana se abraçou ao mote "Eu acredito", que era ostentado em cartazes e nos cantos, para apoiar a equipe nas viradas obtidas na final e na semifinal da competição, que culminaram no título inédito. Mais uma vez é com esse espírito que jogadores e torcida são esperados nesta quarta. Até esta terça, mais de 30 mil ingressos haviam sido vendidos.

O time do técnico Levir Culpi vai contar com dois reforços. O zagueiro Leonardo Silva e o volante Leandro Donizete se recuperaram de contusão e estão aptos para jogar. O Atlético promete uma postura agressiva desde o início, aproveitando a velocidade de seus atacantes. Na defesa, conta com a força do goleiro Victor, que está confiante em uma reviravolta. "Nosso time já mostrou que tem muita força em casa, seja no Independência ou no Mineirão. Não é uma situação inédita", considerou. "Não podemos deixar de pressionar, jogar em cima e induzir o adversário ao erro".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em BH, Flamengo tenta suportar pressão do Atlético-MG


05/11/2014 | 07:00


Ver a sua equipe na semifinal da Copa do Brasil é considerado um "bônus" para o técnico do Flamengo, Vanderlei Luxemburgo, contratado para tirar o time da lanterna do Campeonato Brasileiro. Mas a equipe carioca foi além. Na partida desta quarta-feira, às 22 horas, contra o Atlético Mineiro, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pode até perder por um gol de diferença que mesmo assim lutará pelo tetracampeonato.

Campeão da Copa do Brasil no ano passado, o Flamengo vai ter pela frente uma equipe acostumada a reverter placares desfavoráveis. O mais recente foi diante do Corinthians na fase anterior, quando também perdeu a primeira partida por 2 a 0, mas venceu em casa por 4 a 1.

Nos últimos dias, jogadores importantes do time carioca preocuparam por causa de lesões. O lateral-direito e capitão Léo Moura, com uma lesão na coxa, foi vetado. Já os meias Everton e Gabriel, viajaram para Belo Horizonte, mas ainda são dúvida.

Vanderlei Luxemburgo evitou adiantar a escalação e falar da postura que o clube rubro-negro vai apresentar fora de casa. Para ele o time deve "jogar os 90 minutos". O treinador também tenta retirar a pressão sobre o jogo decisivo. A tendência é que o Flamengo explore o contra-ataque - a equipe deverá atuar com cautela para não repetir a atuação diante do Coritiba, nas oitavas, quando perdeu por 3 a 0 em Curitiba.

"EU ACREDITO" - Na campanha da Copa Libertadores do ano passado, a torcida atleticana se abraçou ao mote "Eu acredito", que era ostentado em cartazes e nos cantos, para apoiar a equipe nas viradas obtidas na final e na semifinal da competição, que culminaram no título inédito. Mais uma vez é com esse espírito que jogadores e torcida são esperados nesta quarta. Até esta terça, mais de 30 mil ingressos haviam sido vendidos.

O time do técnico Levir Culpi vai contar com dois reforços. O zagueiro Leonardo Silva e o volante Leandro Donizete se recuperaram de contusão e estão aptos para jogar. O Atlético promete uma postura agressiva desde o início, aproveitando a velocidade de seus atacantes. Na defesa, conta com a força do goleiro Victor, que está confiante em uma reviravolta. "Nosso time já mostrou que tem muita força em casa, seja no Independência ou no Mineirão. Não é uma situação inédita", considerou. "Não podemos deixar de pressionar, jogar em cima e induzir o adversário ao erro".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;