Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Caetano vai a Osasco pelo bi no Paulista de vôlei

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Derrota no primeiro jogo da final não tira esperanças do elenco de Hairton Cabral de repetir 1975


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

05/11/2014 | 07:00


O revés por 3 sets a 0 em casa diante do Osasco não tira as esperanças do São Caetano no Campeonato Paulista Feminino de Vôlei. Às 18h30, a equipe do Grande ABC vai ao Ginásio José Liberatti, em Osasco, para tentar surpreender as adversárias no segundo duelo da final e faturar o título, conquistado apenas em 1975.

Ciente da pressão que o elenco vai sofrer, o técnico Hairton Cabral vai trabalhar o psicológico das atletas. “Nós sabemos que vamos enfrentar pressão muito grande. Com trabalho mental, quem sabe podemos surpreendê-las”, afirmou. “Temos esperança”, concluiu Cabral.

E o técnico tem a receita para vencer: “Precisamos de passe na mão para poder efetuar nossa virada de jogo e chegar mais junto. Temos uma boa defesa. Mas a virada de bola depende do passe, de a gente jogar com a primeira ou segunda bola em velocidade”, explicou o treinador.

Em vantagem, adversário prevê partida difícil em casa

Apesar de ter vencido o São Caetano por 3 sets a 0 no Grande ABC, a equipe do Osasco não dá a final do Paulista Feminino de Vôlei como definida.

Respeitando o São Caetano, a central Thaisa prevê duelo mais complicado no Ginásio José Liberatti, em Osasco.

(A vitória dá) Confiança, sim, mas vai ser mais difícil lá (em Osasco). É um time muito forte, aguerrido e rápido. Temos que entrar muito concentradas para fazer um bom jogo”, disse a camisa 6, que anotou 19 pontos no primeiro jogo da final.

A ponteira Samara também se mostrou preocupada e lembrou o confronto da semifinal contra o Pinheiros, quando o Osasco perdeu em casa por 3 sets a 0 e quase ficou fora da final.

“Ninguém queria passar o que a gente passou contra o Pinheiros. Foi um jogo muito tenso. Ninguém quer passar por isso novamente”, disse ela, que elogiou o jogo do São Caetano.

“As meninas sabem jogar voleibol, provaram isso tirando o Sesi (na semifinal). Temos que entrar para matar e ficar com o título”, concluiu.

SUPERLIGA MASCULINA

Às 19h, no Poliesportivo, o São Bernardo recebe o Canoas em busca da primeira vitória na Superliga Masculina. Na estreia da competição, a equipe perdeu para o Maringá por 3 sets a 0, fora de casa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano vai a Osasco pelo bi no Paulista de vôlei

Derrota no primeiro jogo da final não tira esperanças do elenco de Hairton Cabral de repetir 1975

Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

05/11/2014 | 07:00


O revés por 3 sets a 0 em casa diante do Osasco não tira as esperanças do São Caetano no Campeonato Paulista Feminino de Vôlei. Às 18h30, a equipe do Grande ABC vai ao Ginásio José Liberatti, em Osasco, para tentar surpreender as adversárias no segundo duelo da final e faturar o título, conquistado apenas em 1975.

Ciente da pressão que o elenco vai sofrer, o técnico Hairton Cabral vai trabalhar o psicológico das atletas. “Nós sabemos que vamos enfrentar pressão muito grande. Com trabalho mental, quem sabe podemos surpreendê-las”, afirmou. “Temos esperança”, concluiu Cabral.

E o técnico tem a receita para vencer: “Precisamos de passe na mão para poder efetuar nossa virada de jogo e chegar mais junto. Temos uma boa defesa. Mas a virada de bola depende do passe, de a gente jogar com a primeira ou segunda bola em velocidade”, explicou o treinador.

Em vantagem, adversário prevê partida difícil em casa

Apesar de ter vencido o São Caetano por 3 sets a 0 no Grande ABC, a equipe do Osasco não dá a final do Paulista Feminino de Vôlei como definida.

Respeitando o São Caetano, a central Thaisa prevê duelo mais complicado no Ginásio José Liberatti, em Osasco.

(A vitória dá) Confiança, sim, mas vai ser mais difícil lá (em Osasco). É um time muito forte, aguerrido e rápido. Temos que entrar muito concentradas para fazer um bom jogo”, disse a camisa 6, que anotou 19 pontos no primeiro jogo da final.

A ponteira Samara também se mostrou preocupada e lembrou o confronto da semifinal contra o Pinheiros, quando o Osasco perdeu em casa por 3 sets a 0 e quase ficou fora da final.

“Ninguém queria passar o que a gente passou contra o Pinheiros. Foi um jogo muito tenso. Ninguém quer passar por isso novamente”, disse ela, que elogiou o jogo do São Caetano.

“As meninas sabem jogar voleibol, provaram isso tirando o Sesi (na semifinal). Temos que entrar para matar e ficar com o título”, concluiu.

SUPERLIGA MASCULINA

Às 19h, no Poliesportivo, o São Bernardo recebe o Canoas em busca da primeira vitória na Superliga Masculina. Na estreia da competição, a equipe perdeu para o Maringá por 3 sets a 0, fora de casa.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;