Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 15 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras vence o Sao Paulo e avança na Copa JH


Do Diário OnLine

01/12/2000 | 00:29


O Palmeiras venceu o Sao Paulo por 2 a 1 na noite desta quinta-feira, no Morumbi, e se classificou para as quartas-de-final da Copa Joao Havelange. O jogo foi bastante equilibrado e o time do Palestra Itália fez a diferença com as jogadas de bola parada.

No início da partida os dois times atacavam com bastante velocidade. O Palmeiras, no entanto, chegava com maior perigo por meio das cobranças de falta e escanteio de Arce. O Sao Paulo conseguia chegar ao gol com a bola em jogo, mas errava muito nas finalizaçoes.

Aos 34 minutos do primeiro tempo, Maldonado segurou Galeano pela camisa dentro da área e o juiz marcou pênalti. Tuta cobrou e abriu o placar do jogo. O equilíbrio ainda continuou até o final do primeiro tempo e, aos 42 minutos, o Sao Paulo perdeu a maior chance de toda a partida. Sandro Hiroshi levou a bola ao ataque com velocidade e passou para Marcelo Ramos, que chutou para fora levando a torcida tricolor ao desespero.

No segundo tempo, o Palmeiras começou melhor e a situaçao piorou ainda mais para o time do Morumbi a partir dos 7 minutos. Maldonado, que já tinha um cartao amarelo, fez uma falta violenta em Juninho e foi expulso de campo.

O Sao Paulo, no entanto, ainda parecia reagir e, aos 9 minutos, Marcelo Ramos marcou para o Sao Paulo cobrando um pênalti sofrido por Sandro Hiroshi. A alegria dura pouco. Três minutos mais tarde, Paulo Turra marcou para o Palmeiras. A jogada saiu mais uma vez dos pés de Arce, que, cobrando falta, levantou a bola para a área. O zagueiro pegou o rebote de Rogério Ceni e colocou o Palmeiras na frente mais uma vez.

Com um gol a mais e um jogador a menos, o Sao Paulo se abateu e o Palmeiras continuou melhor até o final da partida. O técnico Levir Culpi ainda tentou reverter o placar colocando Fabiano e Júlio Batista. O time nao melhorou e chegou com perigo apenas mais uma vez com uma cobrança de falta de Gustavo Neri.

O Sao Caetano é o adversário do Palmeiras nas quartas-de-final da competiçao. A próxima partida acontece neste domingo, no Palestra Itália. O Azulao tem a vantagem e joga por dois empates.

Coraçao - Na partida desta quinta, o cansaço nao prejudicou o Palmeiras, que também teve um jogo decisivo nesta terça, contra o Atlético-MG, pela Copa Mercosul. "Passamos por cima de tudo agora, os jogadores estao passando por tudo o que pode atrapalhar o time", afirmou o técnico Marco Aurélio logo após a partida. "O cansaço nunca vai nos derrotar porque jogamos com o coraçao", disse o zagueiro Paulo Turra, que fez o gol que deu a classificaçao ao Palmeiras.

Para os jogadores, a uniao e a humildade do grupo sao os responsáveis pelo bom aproveitamento do time. Eles dizem que aos poucos o time está conseguindo provar o valor da equipe. "Esse time merece respeito", desabafou Galeano no final da partida.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Palmeiras vence o Sao Paulo e avança na Copa JH

Do Diário OnLine

01/12/2000 | 00:29


O Palmeiras venceu o Sao Paulo por 2 a 1 na noite desta quinta-feira, no Morumbi, e se classificou para as quartas-de-final da Copa Joao Havelange. O jogo foi bastante equilibrado e o time do Palestra Itália fez a diferença com as jogadas de bola parada.

No início da partida os dois times atacavam com bastante velocidade. O Palmeiras, no entanto, chegava com maior perigo por meio das cobranças de falta e escanteio de Arce. O Sao Paulo conseguia chegar ao gol com a bola em jogo, mas errava muito nas finalizaçoes.

Aos 34 minutos do primeiro tempo, Maldonado segurou Galeano pela camisa dentro da área e o juiz marcou pênalti. Tuta cobrou e abriu o placar do jogo. O equilíbrio ainda continuou até o final do primeiro tempo e, aos 42 minutos, o Sao Paulo perdeu a maior chance de toda a partida. Sandro Hiroshi levou a bola ao ataque com velocidade e passou para Marcelo Ramos, que chutou para fora levando a torcida tricolor ao desespero.

No segundo tempo, o Palmeiras começou melhor e a situaçao piorou ainda mais para o time do Morumbi a partir dos 7 minutos. Maldonado, que já tinha um cartao amarelo, fez uma falta violenta em Juninho e foi expulso de campo.

O Sao Paulo, no entanto, ainda parecia reagir e, aos 9 minutos, Marcelo Ramos marcou para o Sao Paulo cobrando um pênalti sofrido por Sandro Hiroshi. A alegria dura pouco. Três minutos mais tarde, Paulo Turra marcou para o Palmeiras. A jogada saiu mais uma vez dos pés de Arce, que, cobrando falta, levantou a bola para a área. O zagueiro pegou o rebote de Rogério Ceni e colocou o Palmeiras na frente mais uma vez.

Com um gol a mais e um jogador a menos, o Sao Paulo se abateu e o Palmeiras continuou melhor até o final da partida. O técnico Levir Culpi ainda tentou reverter o placar colocando Fabiano e Júlio Batista. O time nao melhorou e chegou com perigo apenas mais uma vez com uma cobrança de falta de Gustavo Neri.

O Sao Caetano é o adversário do Palmeiras nas quartas-de-final da competiçao. A próxima partida acontece neste domingo, no Palestra Itália. O Azulao tem a vantagem e joga por dois empates.

Coraçao - Na partida desta quinta, o cansaço nao prejudicou o Palmeiras, que também teve um jogo decisivo nesta terça, contra o Atlético-MG, pela Copa Mercosul. "Passamos por cima de tudo agora, os jogadores estao passando por tudo o que pode atrapalhar o time", afirmou o técnico Marco Aurélio logo após a partida. "O cansaço nunca vai nos derrotar porque jogamos com o coraçao", disse o zagueiro Paulo Turra, que fez o gol que deu a classificaçao ao Palmeiras.

Para os jogadores, a uniao e a humildade do grupo sao os responsáveis pelo bom aproveitamento do time. Eles dizem que aos poucos o time está conseguindo provar o valor da equipe. "Esse time merece respeito", desabafou Galeano no final da partida.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;