Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Corinthians desafia Flamengo no Rio

Rodrigo Gazzanel / Ag. Corinthians Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Equipes fazem confronto direto na parte de cima da classificação; Osmar Loss tenta dar sequência após vencer a primeira


Dérek Bittencourt
do Diário do Grande AB

03/06/2018 | 07:07


Osmar Loss tirou das costas o peso de alcançar a primeira vitória no comando do Corinthians no 1 a 0 sobre o América-MG, quinta-feira, em Itaquera. Agora, tem desafio e tanto pela frente: o Flamengo, às 16h, no Estádio do Maracanã. Com 14 pontos, o Timão – se vencer – pode ultrapassar justamente o adversário, que soma 17.

O goleiro Walter, que vem substituindo à altura o titular Cássio – a serviço da Seleção Brasileira – pregou respeito ao adversário do dia e exaltou dois destaques do Rubro-Negro. “O Flamengo é uma grande equipe, tem que neutralizar o Diego, que é um baita jogador. Diego Alves pegando muito, duas ou três partidas que está fazendo a diferença. Ver os mínimos detalhes do que fazem de errado para a gente ir nessas falhas. É estudar bem. Vamos receber vídeos e ver essa parte ofensiva do Flamengo”, disse.

Na visão do arqueiro, o jogo de hoje tem diferenças práticas em relação ao do vencido na quinta-feira. “ Os times grandes acabam jogando um pouco mais. O América-MG é uma baita equipe, mas recuada, marca com linha baixa, dificulta. Você pega um Flamengo, é um time que trabalha mais a bola e deixa espaço. É jogo que Jadson e Rodriguinho gostam. O confronto fica mais gostoso, com mais finalizações”, explicou.

O técnico Osmar Loss tem lista de baixas, mas é certo o retorno do volante Maycon, que cumpriu suspensão na rodada passada e deve ocupar o lugar que foi de Paulo Roberto. Nas demais posições, o Timão deve ser o mesmo, na formação 4-2-4 sem referência no ataque. (com Agências) 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Corinthians desafia Flamengo no Rio

Equipes fazem confronto direto na parte de cima da classificação; Osmar Loss tenta dar sequência após vencer a primeira

Dérek Bittencourt
do Diário do Grande AB

03/06/2018 | 07:07


Osmar Loss tirou das costas o peso de alcançar a primeira vitória no comando do Corinthians no 1 a 0 sobre o América-MG, quinta-feira, em Itaquera. Agora, tem desafio e tanto pela frente: o Flamengo, às 16h, no Estádio do Maracanã. Com 14 pontos, o Timão – se vencer – pode ultrapassar justamente o adversário, que soma 17.

O goleiro Walter, que vem substituindo à altura o titular Cássio – a serviço da Seleção Brasileira – pregou respeito ao adversário do dia e exaltou dois destaques do Rubro-Negro. “O Flamengo é uma grande equipe, tem que neutralizar o Diego, que é um baita jogador. Diego Alves pegando muito, duas ou três partidas que está fazendo a diferença. Ver os mínimos detalhes do que fazem de errado para a gente ir nessas falhas. É estudar bem. Vamos receber vídeos e ver essa parte ofensiva do Flamengo”, disse.

Na visão do arqueiro, o jogo de hoje tem diferenças práticas em relação ao do vencido na quinta-feira. “ Os times grandes acabam jogando um pouco mais. O América-MG é uma baita equipe, mas recuada, marca com linha baixa, dificulta. Você pega um Flamengo, é um time que trabalha mais a bola e deixa espaço. É jogo que Jadson e Rodriguinho gostam. O confronto fica mais gostoso, com mais finalizações”, explicou.

O técnico Osmar Loss tem lista de baixas, mas é certo o retorno do volante Maycon, que cumpriu suspensão na rodada passada e deve ocupar o lugar que foi de Paulo Roberto. Nas demais posições, o Timão deve ser o mesmo, na formação 4-2-4 sem referência no ataque. (com Agências) 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;