Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Vice de Tarcisio cai no colo de Ramiro Meves

Anderson Silva  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Até minutos antes da convenção, PT de S.Bernardo aguardava pelo PTB; Lula só falou de Marinho


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

06/08/2016 | 07:00


A vaga de vice na chapa do candidato do PT à Prefeitura de São Bernardo, o ex-secretário Tarcisio Secoli, ficou com o ex-subprefeito do Rudge Ramos Ramiro Meves (PSD). Após suspense, o nome do pessedista foi anunciado ontem à noite, durante a convenção que homologou o escolhido pelo prefeito Luiz Marinho (PT) para disputar o Paço em outubro.

O PT segurou a definição do número dois da chapa até o último minuto, na expectativa de oferecer o posto ao PTB, que balançou do arco de alianças do deputado federal e candidato do PPS à Prefeitura, Alex Manente. Minutos antes do início do ato, realizado no Cenforpe, petistas ainda não conheciam o vice de Tarcisio e alguns acreditavam, inclusive, que um petebista pudesse ocupar a vaga. O suspense terminou quando o secretário de Governo, José Albino (PT), oficializou a aliança. “Nossa!”, sussurrou um militante, surpreso com a indicação de Ramiro ao posto.

Com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a convenção de Tarcisio virou ato de aclamação a Marinho. O ex-chefe da Nação passou a maior parte do discurso exaltando o pupilo (do qual foi ministro do Trabalho e da Previdência). “Se compararmos (os governos) desde (Aldino) Pinotti (1956-1960), até o prefeito que antecedeu o Marinho, nenhum deles fez mais do que nós em oito anos”, comparou Lula, que relembrou a trajetória de Marinho desde o sindicalismo até o posto de chefe de Executivo. “O céu é o limite para ele”, discursou o ex-presidente. “Marinho governador”, ovacionava a plateia formada por petistas – muitos deles funcionários comissionados da Prefeitura.

Em sua fala, Marinho pediu que petistas fossem às ruas defender a manutenção do “projeto que transformou São Bernardo” para impedir o “retrocesso”. “Perguntem ao eleitor se o prefeito Marinho cuidou mal da cidade. Se a resposta for sim, digam que podem votar no Orlando (Morando, candidato do PSDB) ou no Alex. Caso contrário, o voto deles é no Tarcisio.”

Ramiro Meves voltará a disputar cargo eletivo após dez anos longe das urnas. Ele está desde 2002 sem mandato. O pessedista foi vereador por três ocasiões (1983-1988, 1989-1992, 1993-1996). Em 1998 foi eleito deputado estadual pelo Prona. Tentou renovar o mandato na Assembleia Legislativa em 2002 e em 2006, mas ficou como suplente nas duas vezes.

Desde o primeiro mandato de Marinho (2009-2012), o pessedista chefia a Subprefeitura do Rudge Ramos. Tanto lá como a Pauliceia são regiões onde Ramiro possui bom trânsito e onde justamente o petismo enfrenta resistência. Sua indicação a vice também evidencia a estreita relação entre Marinho e o ministro de Ciência Tecnologia e Comunicações, Gilberto Kassab, líder nacional do PSD. Ramiro trocou o PEN pelo nova sigla no início do ano.

Segundo a organização, cerca de 2.000 pessoas compareceram à convenção petista.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;