Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 17 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Sto.André terá Bilhete
Único em três meses

Empresários pediram 90 dias ao prefeito Carlos Grana para
implementar a integração no transporte público do município


Beto Silva
Cadu Proieti

21/02/2013 | 07:00


Santo André implantará sistema de Bilhete Único no transporte público em 90 dias. A decisão ocorreu ontem, durante reunião entre o prefeito, Carlos Grana (PT), e os empresários das concessionárias de ônibus que atuam na cidade.

Os donos das empresas pediram três meses ao chefe do Executivo para adequarem o sistema de bilhetagem atual para, assim, colocarem o projeto em prática no mês de maio. A integração tarifária foi promessa de campanha do petista durante a eleição municipal.

"Existem alguns ajustes técnicos que precisam ser equacionados. Por isso, não vão conseguir realizar essa operação de imediato", disse o prefeito.

O modelo de Bilhete Único escolhido para o município é similar ao utilizado em São Bernardo, onde os munícipes podem embarcar em até três ônibus dentro do período de 90 minutos, pagando apenas uma passagem. "A ideia é fazer algo semelhante, mas ainda definiremos algumas particularidades do sistema em nossa cidade", comentou Grana.

Cada linha terá um período específico para valer a integração, por exemplo, mas os usuários poderão fazer quantos embarques forem necessários nesse tempo.

Carlos Grana garantiu que a implementação de integração no transporte público municipal não irá acarretar em aumento na tarifa. Em dezembro, o município subiu a passagem de R$ 2,90 para R$ 3,30. "A Prefeitura vai buscar solução para a gratuidade (no valor das passagens, que muitas vezes não é repassada às empresas) na transferência pelo Bilhete Único e, em contrapartida, os empresários vão implementar o sistema.", afirmou o petista.

É uma das primeiras promessas de campanha do chefe do Executivo que está sendo colocada em prática. Grana festeja a previsão para o projeto sair do papel. "Estou comemorando o compromisso que as empresas assumiram. Para aqueles que acreditavam que não seria possível ter Bilhete Único em Santo André, estamos mostrando que conseguiremos fazer. Por mim, em um mês, já estaria em funcionamento, mas os empresários pediram mais tempo. O mais importante é que haverá a integração. Isso está garantido."

O prefeito ainda prometeu outras melhorias aos usuários de ônibus da cidade. "Não vamos parar nisso. Além do Bilhete Único, vamos buscar alternativas para melhorar qualidade do transporte público. É apenas o primeiro passo. Temos várias ações a serem realizadas nessa área", disse o prefeito.

O presidente da Aesa (Associação das Empresas de Transporte de Santo André), Ronan Maria Pinto, discorreu sobre a importância da modernização do transporte público, "Entendemos a necessidade de atender essa demanda solicitada pelo prefeito. Quem precisa de ônibus no dia a dia será o maior beneficiado. Isso nos deixa orgulhosos", salientou.

Além da integração tarifária, as empresas planejam colocar em prática outras melhorias, como GPS nos carros, informações via SMS nos celulares e painéis de LED nos pontos.

 

OBRA GRANDIOSA

O prefeito Carlos Grana aguarda agenda com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior (PT), em Brasília, para detalhar o "projeto grandioso" para a Mobilidade Urbana da cidade, o qual divulgou no mês passado. "É algo que irá beneficiar as sete cidades da região, mas ainda está passando por seleção no ministério", disse, sem pormenorizar a iniciativa.

O petista também afirmou que busca reunião com Estado e governo federal para discutir a viabilidade da linha de VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) que prevê ligar Santo André a Guarulhos. "É tema prioritário para a cidade." A intenção é que o ponto inicial do trecho seja na antiga Estação Pirelli, na Vila Homero Thon, fechada pela CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) desde 2006.

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;