Fechar
Publicidade

Sábado, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Visibilidade inédita


Ângela Corrêa
Do Diário do Grande ABC

17/12/2009 | 07:00


O trabalho desenvolvido nas oficinas de artes realizadas na Casa do Olhar Luiz Sacilotto e nos cursos livres oferecidos nas bibliotecas públicas de Santo André permanece em cartaz até dia 9 em duas exposições simultâneas na cidade. Ambas têm entrada franca.

Pela primeira vez os alunos dos cursos de desenho e ilustração, realizados nas bibliotecas, ganham o Salão de Exposições do Paço Municipal como vitrine.

"É uma visibilidade inédita. Nos anos anteriores as exposições eram menores e realizadas dentro da Gibiteca. Foi irrecusável a proposta de ocupar a Sala Especial", comemora o designer Paulo Mansur, que divide o comando das oficinas com o desenhista Alex Borges.

Os professores selecionaram cerca de 150 trabalhos entre as quatro turmas de 2009. "Ao longo do ano aproximadamente 50 alunos passaram pelos cursos. Fomos um pouco prejudicados no segundo semestre por conta das precauções com a gripe suína. As aulas começaram mais tarde, no fim de agosto, e a produtividade foi menor", justifica Mansur.

O foco das aulas de desenho é a ilustração. As obras refletem as diferentes técnicas aprendidas no trimestre dedicado aos primórdios do desenho. "Na terceira fase do curso, em que introduzimos os princípios da arte final, eles são incentivados a criar, já que antes nos baseamos em fotos e outras imagens já prontas", diz Mansur. As obras são individuias ou criações coletivas.

CASA DO OLHAR - A Casa do Olhar mostra o resultado de sete oficinas realizadas neste semestre. Os trabalhos foram selecionados pelos próprios professores. Na seção destinada à pintura, os responsáveis são Sergio Niculitcheff e Rubens Pontes.

Há ainda trabalhos fotográficos (cujas aulas são ministradas por Christian Piana), Street Art, que tem supervisão da grafiteira D'Ninja, além de Arte e Colagem, ministrada por Regina Kutka.

Completam a lista de cursos realizados neste semestre História da Arte (Thais Assunção) e Filosofia da Arte (Cadu Riccioppo).

Encerramento das Oficinas de Artes de Santo André - Até dia 9. Na Casa do Olhar - Rua Campos Sales, 414, Centro. Tel.: 4992-7730. De terça-feira a sábado, das 13h às 17h e no Salão de Exposições do Paço Municipal - Praça 4º Centenário, Centro. Tel.: 4433-0605. De terça-feira a sábado, das 13h às 17h. Entrada franca.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Visibilidade inédita

Ângela Corrêa
Do Diário do Grande ABC

17/12/2009 | 07:00


O trabalho desenvolvido nas oficinas de artes realizadas na Casa do Olhar Luiz Sacilotto e nos cursos livres oferecidos nas bibliotecas públicas de Santo André permanece em cartaz até dia 9 em duas exposições simultâneas na cidade. Ambas têm entrada franca.

Pela primeira vez os alunos dos cursos de desenho e ilustração, realizados nas bibliotecas, ganham o Salão de Exposições do Paço Municipal como vitrine.

"É uma visibilidade inédita. Nos anos anteriores as exposições eram menores e realizadas dentro da Gibiteca. Foi irrecusável a proposta de ocupar a Sala Especial", comemora o designer Paulo Mansur, que divide o comando das oficinas com o desenhista Alex Borges.

Os professores selecionaram cerca de 150 trabalhos entre as quatro turmas de 2009. "Ao longo do ano aproximadamente 50 alunos passaram pelos cursos. Fomos um pouco prejudicados no segundo semestre por conta das precauções com a gripe suína. As aulas começaram mais tarde, no fim de agosto, e a produtividade foi menor", justifica Mansur.

O foco das aulas de desenho é a ilustração. As obras refletem as diferentes técnicas aprendidas no trimestre dedicado aos primórdios do desenho. "Na terceira fase do curso, em que introduzimos os princípios da arte final, eles são incentivados a criar, já que antes nos baseamos em fotos e outras imagens já prontas", diz Mansur. As obras são individuias ou criações coletivas.

CASA DO OLHAR - A Casa do Olhar mostra o resultado de sete oficinas realizadas neste semestre. Os trabalhos foram selecionados pelos próprios professores. Na seção destinada à pintura, os responsáveis são Sergio Niculitcheff e Rubens Pontes.

Há ainda trabalhos fotográficos (cujas aulas são ministradas por Christian Piana), Street Art, que tem supervisão da grafiteira D'Ninja, além de Arte e Colagem, ministrada por Regina Kutka.

Completam a lista de cursos realizados neste semestre História da Arte (Thais Assunção) e Filosofia da Arte (Cadu Riccioppo).

Encerramento das Oficinas de Artes de Santo André - Até dia 9. Na Casa do Olhar - Rua Campos Sales, 414, Centro. Tel.: 4992-7730. De terça-feira a sábado, das 13h às 17h e no Salão de Exposições do Paço Municipal - Praça 4º Centenário, Centro. Tel.: 4433-0605. De terça-feira a sábado, das 13h às 17h. Entrada franca.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;