Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Em Mauá, Campos reivindica PTB como vice de Donisete

Montagem/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Acordo envolveria ingresso do vereador Betão, hoje no PTdoB, para disputar entre os aliados a vaga de número dois na chapa do petista


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

06/02/2016 | 07:00


O presidente do PTB paulista, deputado estadual Campos Machado, cobrou ontem do prefeito de Mauá, Donisete Braga (PT), que escolha o partido para ocupar a vaga de vice em sua chapa à reeleição. O parlamentar se reuniu ontem de manhã com o petista, no Paço, e ratificou a presença da legenda no arco de alianças do PT mauaense em outubro.

Foi a primeira vez que Campos e Donisete se reuniram publicamente desde que o chefe do Executivo alocou o PTB no primeiro escalão. No dia 7, o petebista Luiz Carlos Perlatti assumiu o comando da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em acordo para que a legenda apoie a reeleição de Donisete. “Eu não faço diálogo por espaço no governo. Mas em Mauá queremos a vice do prefeito Donisete”, sintetizou Campos, sem citar quais nomes são credenciados para a indicação à vaga.

Na Câmara, o PTB possui dois vereadores: Eugênio Rufino (que preside o diretório petebista na cidade) e Ricardinho da Enfermagem. Ambos fazem parte da bancada governista. Nenhum dos dois nomes, porém, tem favoritismo no governo para ocupar a vaga. Nesse contexto, iniciou-se nos bastidores movimentação para que o vereador Alberto Betão Pereira Justino (PTdoB) ingresse na sigla petebista para concorrer internamente pela vaga. Betão não foi localizado para comentar o assunto.

As conversas ainda estariam amadurecendo, mas há quem diga que o parlamentar está disposto a fazer a troca. Betão compareceu no ato de posse do PTB no primeiro escalão no mês passado e, entre os parlamentares presentes, era o mais entrosado com as lideranças do partido. “A conversa com o Campos foi boa. Ele selou o compromisso com o nosso governo e confirmou que o partido estará presente na nossa campanha (à reeleição)”, comentou Donisete, que desconversou sobre a possível escolha do PTB na chapa.

O prefeito tem adotado cautela quando o tema é candidatura a vice e evitado revelar passos das negociações. Donisete recebe queixas de figuras influentes do petismo sobre a condução do processo de escolha do seu parceiro de chapa, que, segundo os correligionários, está ocorrendo sem a participação dos militantes do PT.

APÓS O CARNAVAL
A largada para a corrida pela indicação à vice na chapa governista será dada logo após o Carnaval. O núcleo duro do Paço, encabeçado pelo secretário de Governo, Edílson de Paula (PT), tem articulado semanalmente reuniões com as legendas aliadas para amarrar as coligações proporcionais. Superadas as alianças, os partidos partem para a briga pelo vice. Antes, Donisete pediu cautela para acalmar os ânimos no PT.

Além do PTB, PSB também é visto como favorito. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;