Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 24 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Celta e Prisma: mais do mesmo

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Wagner Oliveira
Do Diário do Grande ABC

02/02/2011 | 07:09




Em time que está ganhando não se mexe. Foi com esta filosofia popular que a General Motors apresentou ontem em Porto Alegre (RS) a reestilização dos modelos Celta e Prisma 2012 - dois campeões de vendas da marca Chevrolet que vão muito bem, obrigado. Por isso, não entram na lista de renovação completa que a GM pretende realizar até 2013.

À primeira vista quase não dá para perceber mudanças no visual externo dos modelos. No interior, as alterações são um pouco mais perceptíveis. "Perguntamos aos nossos clientes o que eles queriam que fosse melhorado no Celta e no Prisma, e quanto estariam dispostos a pagar", afirmou o vice-presidente de comunicação, relações públicas e governamentais da General Motors, Marcos Munhoz. "Eles disseram: ‘mexam no interior, mas sem aumento expressivo de custo'. Assim fizemos."

Prisma e Celta ganharam as versões LS e LT. Em relação aos antigos modelos, ambos tiveram aumento de R$ 300.

No Prisma, todo o esforço de venda será para a versão LT, que, com motor 1.4, parte de R$ 32.150. A LS, com propulsor 1.0, só sob encomenda.

No Celta, a LS identifica carrocerias de duas e quatro portas, partindo de R$ 26.115. A LT é a mais completa com quatro portas, ao custo inicial de R$ 29.364. Ambas oferecem propulsor 1.0 VHCE.

Por fora, o Celta 2012 ganhou grade diferenciada, com a barra central na cor do carro e a gravata dourada ao centro - seguindo DNA da Chevrolet.

Faróis com superfície escurecida e para-choques (dianteiro e traseiro) na cor do veículo são novidades nas duas versões do Celta 2012.

Internamente, o compacto tem novo volante, com empunhadura melhorada. Há diferença na cor da parte interna da direção conforme a versão: na LS é cinza, na LT, prateada.

Os bancos do modelo 2012 contam com novo desenho e seus tecidos são mais claros em algumas partes do assento - o truque deixa o interior mais suave, além de dar sensação de maior espaço.

O Prisma ganhou grade com aro cromado, tendo a gravata da Chevrolet ao centro e barra pintada na cor do veículo. As maçanetas e os retrovisores também são na cor do carro para todas as versões.

O painel tem novos grafismos, assim como o design dos instrumentos, que ganharam iluminação ice blue. O volante também é novo, com parte do acabamento na cor prata.

No tecido dos bancos para a versão LS, optou-se por grafismos com listras paralelas. Na LT, a tonalidade é mais uniforme, com a costura azul.

Tanto no Celta quanto no Prisma, o motor 1.0 Flexpower VHCE gera 78 cv a 6.400 rpm com torque de 9,7 mkgf a 5.200 giros com etanol. Com gasolina, são 77 cv e 9,5 mkgf de torque nas mesmas rotações.

O Prisma LT 1.4 entrega 97 cv a 6.200 rpm quando abastecido com etanol e 95 cv a 6.000 rpm ao utilizar gasolina. Seu torque é de 13,7 mkgf a 2.800 rpm (etanol), e de 13,2 mkgf a 2.800 rpm (gasolina).

GM RENOVA COM CRITÉRIOS - O vice-presidente de comunicação, relações públicas e governamentais da General Motors, Marcos Munhoz, afirmou que a montadora baseia seu plano de renovação de produtos até 2013 em três pilares.

O primeiro deles é a introdução de novos modelos; o segundo são alterações profundas em modelos já fabricados, e o terceiro são mudanças superficiais.

É neste último conceito que se enquadram Celta e Prisma, que, em 2010, foram motivos de orgulho para a empresa. O Celta foi o campeão de vendas da marca, com 155 mil unidades emplacadas no Brasil. Já o Prisma foi o quarto carro mais vendido da General Motors, com volume de 63 mil unidades comercializadas.

"Se você for ouvir os consumidores destes dois veículos, verá que eles estão satisfeitos com o custo-benefício", afirmou Munhoz. "Mudanças que impliquem fortes alterações nos preços podem afugentar potenciais compradores", pontuou.

Desde 2000, Celta e Prisma, ambos produzidos pela GM em Gravataí (RS), superam a marca de 1,5 milhão de unidades fabricadas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;