Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Vírus Bagle ataca com uma nova versão


Do Diário OnLine

20/07/2004 | 11:19


A empresa de segurança Trend Micro descobriu mais uma versão do vírus Bagle, o AH. A praga oferece risco médio aos usuários e se espalha via e-mail e arquivos compartilhados em rede. O vírus foi detectado nos EUA e ainda não causou danos no Brasil.

O Bagle.AH utiliza seu SMTP (Simple Mail Tranasfer Protocol) para enviar e-mails com seu código, e por rede utiliza um mecanismo curioso, já que não busca diretamente por pastas compartilhadas. No entanto, o vírus procura por arquivos locais, que contenham parte da palavra "shar" no nome. Assim, o Bagle.AH supõe que os arquivos são compartilhados e faz uma cópia de si mesmo usando nomes pornográficos. Essa técnica de propagação é semelhante a do Kazaa.

Se o micro for infectado, pode ficar vulnerável ao livre acesso do hacker, que poderá alterar os sistemas do servidor, incluindo a instalação de outros programas.

Todas as versões do Bagle evitam a infecção do Netsky, já que deleta todas as entradas criadas pelo inimigo no registro. Além disso, ele também derruba alguns programas antivírus instalados no computador. Esse vírus afeta os sistemas Windows 95, 98, ME, NT, 2000, e XP.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vírus Bagle ataca com uma nova versão

Do Diário OnLine

20/07/2004 | 11:19


A empresa de segurança Trend Micro descobriu mais uma versão do vírus Bagle, o AH. A praga oferece risco médio aos usuários e se espalha via e-mail e arquivos compartilhados em rede. O vírus foi detectado nos EUA e ainda não causou danos no Brasil.

O Bagle.AH utiliza seu SMTP (Simple Mail Tranasfer Protocol) para enviar e-mails com seu código, e por rede utiliza um mecanismo curioso, já que não busca diretamente por pastas compartilhadas. No entanto, o vírus procura por arquivos locais, que contenham parte da palavra "shar" no nome. Assim, o Bagle.AH supõe que os arquivos são compartilhados e faz uma cópia de si mesmo usando nomes pornográficos. Essa técnica de propagação é semelhante a do Kazaa.

Se o micro for infectado, pode ficar vulnerável ao livre acesso do hacker, que poderá alterar os sistemas do servidor, incluindo a instalação de outros programas.

Todas as versões do Bagle evitam a infecção do Netsky, já que deleta todas as entradas criadas pelo inimigo no registro. Além disso, ele também derruba alguns programas antivírus instalados no computador. Esse vírus afeta os sistemas Windows 95, 98, ME, NT, 2000, e XP.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;