Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 29 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

De volta para o passado

'O Hobbit - Uma Jornada Inesperada', que estreia oficialmente
nesta sexta no País, traz mais humor e leveza à Terra Média


Thiago Mariano
Do Diário do Grande ABC

14/12/2012 | 07:05


Quase dez anos depois, bela como sempre, e cheia de segredos sombrios, surge de volta no cinema a Terra Média imaginada por J. R. R. Tolkien. Desta vez um tempo antes da saga contada em 'O Senhor dos Anéis', com 'O Hobbit - Uma Jornada Inesperada', que estreia oficialmente hoje no País.

A história se passa no período em que Bilbo, o tio de Frodo, consegue o poderoso anel de Gollum. O pequeno hobbit está na jornada de sua vida a convite do mago Gandalf, que se junta com 13 anões para recuperar a cidade de pedra e os tesouros roubados dos anões pelo dragão Smaug.

Assim como acontece com os outros hobbits em 'O Senhor dos Anéis', Bilbo sai de casa para enfrentar uma jornada transformadora. Inábil no uso da espada, ele vai conquistando território por outros méritos nas batalhas com orcs, wargs, trolls e aranhas gigantes.

Assim como é característica do livro, o primeiro filme da trilogia dirigida por Peter Jackson apresenta trama menos densa, mais bem-humorada. Diversos personagens são resgatados dos apêndices de 'O Senhor dos Anéis' e de 'Contos Inacabados'. Embora seja exagero condensar um livro que não é muito grande em três filmes de longa duração - o primeiro tem duas horas e 49 minutos -, esse expediente dá fôlego extra à história.

HFR
Algumas salas de exibição contarão com o filme em 48 quadros de imagens por segundo. O dobro do que os habituais 24. A versão, que está sendo chamada de 'O Hobbit HFR' (High Frame Rate), por aqui por perto estará disponível no ParkShopping, em São Caetano, e no Central Plaza, na Capital. O número maior de quadros é mais próximo ao que o olho humano assimila cotidianamente. No início, a sessão pode causar um pouco de estranhamento e a sensação de que as coisas estão acontecendo muito mais rápido do que deveriam. Depois, os olhos se acostumam. E à medida em que cenas de ação chegam, agradecem, arrebatados pelo excesso de detalhes que parecem se materializar da tela toda. Os campos de batalha parecem mais vivos do que nunca. Detalhes como barbas, poros da pele e até objetos ganham evidência. A tecnologia não sairá mais cara. A sessão pode ser vista pelo mesmo preço dos bilhetes cobrados nas sessões 3D da sala XD.

A sequência está programada para ser lançada em dezembro de 2013. O episódio final deve ganhar as telonas no meio de 2014.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;