Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

S.Bernardo encara tradição e força do Botafogo pela A-3


Thiago Varella
Especial para o Diário

07/05/2006 | 08:36


O adversário deste domingo do São Bernardo, pela segunda fase da Série A-3 do Paulista, é um time de tradição. Às 16h, o Tigre enfrenta o Botafogo, em Ribeirão Preto, uma equipe que há apenas cinco anos foi vice-campeã paulista, quando perdeu para o Corinthians na final. Para os jogadores do Tigre, no entanto, isto não significa muito.

“Tradição conta quando o time é grande. Na terceira divisão é tudo de igual pra igual”, disparou o atacante Marcinho. O meia Fernandinho foi um pouco mais contido. “Camisa até conta, mas vamos ver o que acontece dentro de campo mesmo”, disse. Até para o técnico Lorival Santos, a tradição do Botafogo não deverá fazer diferença. “O nome pesa fora de campo, dentro dele eu não acredito”, declarou.

Na matemática do técnico, como as equipes se enfrentarão por duas rodadas seguidas, apenas uma terá chance de subir. “Os próximos dois jogos contra o Botafogo serão decisivos para o acesso. Um vai matar o outro. Não vai ter espaço para os dois subirem”, analisou o treinador. O São Bernardo está na vice-liderança do Grupo 4, com três pontos, e o Botafogo está logo atrás em terceiro, com dois pontos.

Os jogadores parecem ter assimilado bem a idéia de decisão difundida por Lorival. “Com duas vitórias e um empate a gente sobe”, calculou o meia Fernandinho. Por causa da importância da partida, o treinador prolongou o último treino da equipe para o meia e para o ala-direito Michel praticarem mais jogadas ensaiadas. “O Lorival está cobrando muito. Tenho de deixar a bola redonda para os atacantes”, explicou Fernandinho.

Desfalques – O técnico Lorival Santos não poderá contar neste domingo com o atacante Careca, suspenso, e com o zagueiro Júnior, contundido. O zagueiro Biro sente dores, mas foi relacionado para viajar. “Primeiro foi o ataque, agora estou com problemas para escalar a defesa”, disse Lorival.(Supervisão de Divanei Guazzelli)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

S.Bernardo encara tradição e força do Botafogo pela A-3

Thiago Varella
Especial para o Diário

07/05/2006 | 08:36


O adversário deste domingo do São Bernardo, pela segunda fase da Série A-3 do Paulista, é um time de tradição. Às 16h, o Tigre enfrenta o Botafogo, em Ribeirão Preto, uma equipe que há apenas cinco anos foi vice-campeã paulista, quando perdeu para o Corinthians na final. Para os jogadores do Tigre, no entanto, isto não significa muito.

“Tradição conta quando o time é grande. Na terceira divisão é tudo de igual pra igual”, disparou o atacante Marcinho. O meia Fernandinho foi um pouco mais contido. “Camisa até conta, mas vamos ver o que acontece dentro de campo mesmo”, disse. Até para o técnico Lorival Santos, a tradição do Botafogo não deverá fazer diferença. “O nome pesa fora de campo, dentro dele eu não acredito”, declarou.

Na matemática do técnico, como as equipes se enfrentarão por duas rodadas seguidas, apenas uma terá chance de subir. “Os próximos dois jogos contra o Botafogo serão decisivos para o acesso. Um vai matar o outro. Não vai ter espaço para os dois subirem”, analisou o treinador. O São Bernardo está na vice-liderança do Grupo 4, com três pontos, e o Botafogo está logo atrás em terceiro, com dois pontos.

Os jogadores parecem ter assimilado bem a idéia de decisão difundida por Lorival. “Com duas vitórias e um empate a gente sobe”, calculou o meia Fernandinho. Por causa da importância da partida, o treinador prolongou o último treino da equipe para o meia e para o ala-direito Michel praticarem mais jogadas ensaiadas. “O Lorival está cobrando muito. Tenho de deixar a bola redonda para os atacantes”, explicou Fernandinho.

Desfalques – O técnico Lorival Santos não poderá contar neste domingo com o atacante Careca, suspenso, e com o zagueiro Júnior, contundido. O zagueiro Biro sente dores, mas foi relacionado para viajar. “Primeiro foi o ataque, agora estou com problemas para escalar a defesa”, disse Lorival.(Supervisão de Divanei Guazzelli)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;