Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Restaurantes mantêm preços para ceias em 2015

Nario Barbosa/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Estratégia foi adotada pelos estabelecimentos para evitar ‘fuga’ de clientes em razão da crise econômica nacional


Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

22/12/2015 | 07:21


Para tentar manter o movimento nas festas de fim de ano mesmo durante a crise econômica no Brasil, restaurantes da região optaram por não alterar os preços cobrados no ano passado para as ceias de Natal e Ano-Novo. Alguns, inclusive, decidiram por baratear os convites em 2015.

O presidente do Sehal ABC (Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação do Grande ABC), Roberto Moreira, afirma que, neste ano, o preço médio cobrado pelos restaurantes para as festas na região será de R$ 130 a R$ 170. “É uma estratégia para manter o cliente, para que ele permaneça fiel ao longo do ano”, comenta. Ele acrescenta que, geralmente, os cardápios não são sacrificados em razão da redução no valor cobrado. “Às vezes, tiram um pouco na bebida. Por exemplo, se nos anos anteriores ofereciam três marcas de cerveja, agora é só uma.” Além disso, durante períodos de retração econômica, Moreira reforça que é comum que os empresários do setor reduzam as margens de lucro.

Um dos locais que irão manter o preço de 2014 é o Florestal, no bairro Demarchi, em São Bernardo. Lá, os convites individuais custam R$ 155 para o Natal e R$ 195 para o Réveillon. “Esperamos receber entre 1.000 a 1.200 pessoas, mais ou menos o mesmo público do ano passado”, revela o gerente da casa, Paulo Leão. Para garantir a entrada, é necessário reservar mesa. O tíquete dá direito a refeição completa (incluindo sobremesa) e bebidas, além de apresentações musicais.

No 7 Mares, no Jardim São Caetano, na cidade homônima, os preços do último lote também estão mantidos: R$ 200 para o Natal e R$ 250 para o Ano-Novo. Haverá bufê completo com saladas, pratos principais, sobremesas e bebidas.

O restaurante São Judas, também no Demarchi, reduziu os preços em relação a 2014, quando cobrava R$ 190 para o Natal e R$ 240 para o Réveillon. Agora, os convites são vendidos a R$ 170 e R$ 190, respectivamente. Além do jantar e dos shows, serão distribuídas garrafas de espumantes para cada grupo com quantidade determinada de pessoas. O estabelecimento fechará as portas para reforma em janeiro e sua reabertura ainda é incerta.

O Baby Beef, no bairro Jardim, em Santo André, aumentou o valor cobrado pelo convite para a festa de Réveillon em relação ao ano passado: de R$ 540 para R$ 590. Entretanto, a elevação, de 9,25%, é inferior à inflação esperada para o acumulado de 12 meses até dezembro (10,73%). Para quem fez a reserva até o dia 20, o tíquete individual ficou por R$ 550 – 1,85% a mais do que em 2014. A entrada dá direito a farto menu de antepastos, saladas, pratos quentes, sobremesas e comidinhas durante a madrugada, além de apresentações musicais. Serão servidos água, refrigerantes, chope, espumante, vinhos tinto e branco e caipirinhas.

Também em Santo André, a churrascaria São João, na Vila Assunção, fará festa de Ano-Novo por R$ 190 por pessoa, com refeição e bebidas à vontade. “Ainda não temos estimativa de público, pois o pessoal deixa para comprar os convites na última hora”, comenta Arlete Oliveira, funcionária da casa. O restaurante comporta até 300 pessoas.

Ainda para fãs de carnes, a churrascaria Pinheirão, no Demarchi, em São Bernardo, cobrará R$ 150 para as ceias de Natal e Réveillon, também com tudo incluso. Se o cliente preferir, pode optar pelo tíquete de R$ 75, que dá direito a comida à vontade, mas sem bebidas. No São Francisco, no mesmo bairro, os valores sobem para R$ 150 e R$ 190, respectivamente.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;