Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Porteiro é assassinado em São Bernardo


Aline Mazzo
Do Diário do Grande ABC

02/07/2007 | 07:19


Um porteiro foi assassinado na madrugada de ontem , na Vila Duzzi, em São Bernardo, no momento em que saia do trabalho. Ele levou três tiros e morreu na hora. A polícia ainda não sabe o que motivou o crime ou quem seria responsável pelos disparos.

Oziel Francisco da Silva, 48 anos, era vigilante no período noturno do edifício que fica na Rua Newton Monteiro de Andrade, altura do número 300. Ele encerrou o expediente às 6h, saiu do prédio e seguiu em direção à Rua Jurubatuba, onde pegaria ônibus para casa, que fica no Jardim Silvina.

Antes de chegar ao ponto de ônibus, Silva foi morto com três tiros na cabeça e nas costas. Os disparos chamaram a atenção dos vizinhos, que já encontraram o corpo do porteiro caído na calçada.

A Polícia Militar foi acionada pelos moradores do prédio e encontrou junto ao corpo de Silva três cápsulas de pistola calibre 380 deflagradas.

Segundo o boletim de ocorrência registrado no 1º Distrito Policial de São Bernardo, não existem indícios do que poderia ter motivado o crime, nem de quantas pessoas abordaram o porteiro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Porteiro é assassinado em São Bernardo

Aline Mazzo
Do Diário do Grande ABC

02/07/2007 | 07:19


Um porteiro foi assassinado na madrugada de ontem , na Vila Duzzi, em São Bernardo, no momento em que saia do trabalho. Ele levou três tiros e morreu na hora. A polícia ainda não sabe o que motivou o crime ou quem seria responsável pelos disparos.

Oziel Francisco da Silva, 48 anos, era vigilante no período noturno do edifício que fica na Rua Newton Monteiro de Andrade, altura do número 300. Ele encerrou o expediente às 6h, saiu do prédio e seguiu em direção à Rua Jurubatuba, onde pegaria ônibus para casa, que fica no Jardim Silvina.

Antes de chegar ao ponto de ônibus, Silva foi morto com três tiros na cabeça e nas costas. Os disparos chamaram a atenção dos vizinhos, que já encontraram o corpo do porteiro caído na calçada.

A Polícia Militar foi acionada pelos moradores do prédio e encontrou junto ao corpo de Silva três cápsulas de pistola calibre 380 deflagradas.

Segundo o boletim de ocorrência registrado no 1º Distrito Policial de São Bernardo, não existem indícios do que poderia ter motivado o crime, nem de quantas pessoas abordaram o porteiro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;