Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ponte Preta quer vencer o Fluminense para subir seis posições no Brasileirão



09/08/2017 | 06:45


A Ponte Preta encerra a sua participação no primeiro turno do Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira, quando recebe o Fluminense, às 20 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). A partida é válida pela 17.ª rodada e foi adiada por conta da tragédia envolvendo a morte do filho do técnico Abel Braga no dia 29 de julho.

O jogo é de extrema importância para as pretensões do time paulista. Na 15.ª colocação com 22 pontos, a Ponte Preta quer vencer, acumular a sua sétima vitória e terminar o turno em nono lugar, deixando para trás o próprio Fluminense, que já tem 25, porém com seis vitórias.

Até por isso, os jogadores destacam a necessidade de um bom resultado em casa. "Temos tudo para terminar o turno com 25 pontos, que é uma pontuação bacana para buscar nossos objetivos no segundo turno, até porque teremos mais jogos em casa do que fora", comentou o lateral-esquerdo Danilo Barcelos.

Sem vencer há dois jogos, o momento é de reabilitação, esquecendo a derrota para o Vitória por 3 a 1, em Salvador, e o empate sem gols com o Vasco, em casa, no último domingo. No ano passado, a Ponte Preta fechou o primeiro turno com 27 pontos, mas mantém como principal objetivo a sua manutenção na elite nacional em 2018.

O time vai ter quatro mudanças. O zagueiro Rodrigo cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo, enquanto que o volante Elton, com o tornozelo direito inchado, e o meia Renato Cajá, com dores no joelho esquerdo, estão vetados pelo departamento médico. Além disso, o atacante Maranhão é desfalque por conta de um acordo entre as diretorias dos dois clubes - ele está emprestado pelo Fluminense.

Na defesa, Luan Peres será o novo companheiro de Marllon. O desfalque de Maranhão fez o técnico Gilson Kleina mudar o esquema tático com a volta de três volantes - Naldo, mantido, e as entradas de Jadson e Jean Patrick. No lugar de Renato Cajá, volta Léo Artur. O ataque será formado por Lucca e Emerson Sheik.

"São muitas mudanças, mas o importante é que o time que entrar mostre-se aguerrido, mantenha a concentração e lute pela vitória", comentou Gilson Kleina, que na manhã desta terça-feira comandou um treino com portões fechados. O elenco depois seguiu para a concentração.

Para este jogo, a diretoria manteve a promoção de que cada sócio-torcedor pode levar um acompanhante de graça, além de que os preços dos ingressos para a arquibancada central estão R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia).



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;