Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santo André quer dar as cartas contra 'intruso' na Segunda Divisão


Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC

25/06/2005 | 08:00


O Santo André quer usar a tradição do Grêmio contra o próprio tricolor na partida de sábado, às 16h (RedeTV!), no estádio Olímpico. Isso porque a equipe gaúcha ainda não estaria adaptada à Série B do Brasileiro, uma competição diferente da disputada pela elite do futebol nacional. "O Grêmio está sentindo o que o Palmeiras sentiu em 2003. Só que o Palmeiras absorveu mais rápido. Nós já estamos entrando na décima rodada e dá para perceber que o Grêmio está sentindo", disse o técnico Sérgio Soares, que vê como positivo a característica do futebol gaúcho. "É de muita força e isso facilita, mas eles ainda não se atentaram para isso, embora eu aposte que eles também estarão no quadrangular decisivo", completou o técnico.

Sendo assim, o pensamento é aproveitar este momento de intruso perdido do Grêmio na Segunda Divisão e conquistar mais um bom resultado em Porto Alegre. "Vai ser um jogo muito duro, dificílimo pela tradição do nosso adversário. Vamos para o jogo sabendo que temos de matar um leão. Agora, se for um gatinho, azar deles", afirmou Sérgio Soares.

\r\n\r\n

A situação do Santo André, que poderia parecer facilitada por isso, se complica pela atual situação do adversário. O Grêmio vem de uma goleada sofrida para a Anapolina (4 a 0) na última rodada e precisa vencer em casa para tentar retornar ao grupo dos oito melhores do campeonato. O Grêmio soma 12 pontos e ocupa a 12ª colocação. "Primeiro eles tiveram um resultado muito ruim, e agora vão pegar o primeiro colocado. Se vencerem, será tudo de bom para ganhar moral. Pelo menos seria esse o nosso pensamento se estivéssemos na situação deles".

\r\n\r\n

O momento do Santo André é o mais confortável possível. A equipe é a única que ainda não perdeu no Brasileiro, está invicto na competição e lidera com 21 pontos. "Temos de entrar em campo e jogar como líderes que somos, sabendo que, do nosso lado, os jogadores estão fazendo de tudo para justificar a liderança", disse o atacante Rodrigão, que retorna ao time titular após um ano afastado por contusão.

\r\n\r\n

Para o lateral-direito Alexandre, o Santo André alcançou "um padrão de jogo importante". "As outras equipes não estão conseguindo manter isso. Será bom também para quando a gente chegar no quadrangular estar bem unido, entrosado", afirmou.

\r\n\r\n

O técnico Sérgio Soares quer atenção a todo o time do Grêmio. Da equipe gaúcha, passaram pelo Ramalhão o meia Marco Aurélio e o atacante Osmar. "Se a gente der mole, vai se complicar. Vamos lá com aplicação".

\r\n\r\n

Equipes se reencontram em Brasileiro depois de 21 anos",1]);//-->

O capitão Dedimar, que retorna ao time, também consegue perceber a dificuldade do Grêmio em jogar a Série B. "Eles ainda não entraram no verdadeiro clima da Segunda Divisão. Estes times que caem sentem muito mesmo o perfil da Série B. A marcação é diferente, o posicionamento, tudo", conta o zagueiro.

A situação do Santo André, que poderia parecer facilitada por isso, se complica pela atual situação do adversário. O Grêmio vem de uma goleada sofrida para a Anapolina (4 a 0) na última rodada e precisa vencer em casa para tentar retornar ao grupo dos oito melhores do campeonato. O Grêmio soma 12 pontos e ocupa a 12ª colocação. "Primeiro eles tiveram um resultado muito ruim, e agora vão pegar o primeiro colocado. Se vencerem, será tudo de bom para ganhar moral. Pelo menos seria esse o nosso pensamento se estivéssemos na situação deles".

O momento do Santo André é o mais confortável possível. A equipe é a única que ainda não perdeu no Brasileiro, está invicto na competição e lidera com 21 pontos. "Temos de entrar em campo e jogar como líderes que somos, sabendo que, do nosso lado, os jogadores estão fazendo de tudo para justificar a liderança", disse o atacante Rodrigão, que retorna ao time titular após um ano afastado por contusão.

Para o lateral-direito Alexandre, o Santo André alcançou "um padrão de jogo importante". "As outras equipes não estão conseguindo manter isso. Será bom também para quando a gente chegar no quadrangular estar bem unido, entrosado", afirmou.

O técnico Sérgio Soares quer atenção a todo o time do Grêmio. Da equipe gaúcha, passaram pelo Ramalhão o meia Marco Aurélio e o atacante Osmar. "Se a gente der mole, vai se complicar. Vamos lá com aplicação".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André quer dar as cartas contra 'intruso' na Segunda Divisão

Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC

25/06/2005 | 08:00


O Santo André quer usar a tradição do Grêmio contra o próprio tricolor na partida de sábado, às 16h (RedeTV!), no estádio Olímpico. Isso porque a equipe gaúcha ainda não estaria adaptada à Série B do Brasileiro, uma competição diferente da disputada pela elite do futebol nacional. "O Grêmio está sentindo o que o Palmeiras sentiu em 2003. Só que o Palmeiras absorveu mais rápido. Nós já estamos entrando na décima rodada e dá para perceber que o Grêmio está sentindo", disse o técnico Sérgio Soares, que vê como positivo a característica do futebol gaúcho. "É de muita força e isso facilita, mas eles ainda não se atentaram para isso, embora eu aposte que eles também estarão no quadrangular decisivo", completou o técnico.

Sendo assim, o pensamento é aproveitar este momento de intruso perdido do Grêmio na Segunda Divisão e conquistar mais um bom resultado em Porto Alegre. "Vai ser um jogo muito duro, dificílimo pela tradição do nosso adversário. Vamos para o jogo sabendo que temos de matar um leão. Agora, se for um gatinho, azar deles", afirmou Sérgio Soares.

\r\n\r\n

A situação do Santo André, que poderia parecer facilitada por isso, se complica pela atual situação do adversário. O Grêmio vem de uma goleada sofrida para a Anapolina (4 a 0) na última rodada e precisa vencer em casa para tentar retornar ao grupo dos oito melhores do campeonato. O Grêmio soma 12 pontos e ocupa a 12ª colocação. "Primeiro eles tiveram um resultado muito ruim, e agora vão pegar o primeiro colocado. Se vencerem, será tudo de bom para ganhar moral. Pelo menos seria esse o nosso pensamento se estivéssemos na situação deles".

\r\n\r\n

O momento do Santo André é o mais confortável possível. A equipe é a única que ainda não perdeu no Brasileiro, está invicto na competição e lidera com 21 pontos. "Temos de entrar em campo e jogar como líderes que somos, sabendo que, do nosso lado, os jogadores estão fazendo de tudo para justificar a liderança", disse o atacante Rodrigão, que retorna ao time titular após um ano afastado por contusão.

\r\n\r\n

Para o lateral-direito Alexandre, o Santo André alcançou "um padrão de jogo importante". "As outras equipes não estão conseguindo manter isso. Será bom também para quando a gente chegar no quadrangular estar bem unido, entrosado", afirmou.

\r\n\r\n

O técnico Sérgio Soares quer atenção a todo o time do Grêmio. Da equipe gaúcha, passaram pelo Ramalhão o meia Marco Aurélio e o atacante Osmar. "Se a gente der mole, vai se complicar. Vamos lá com aplicação".

\r\n\r\n

Equipes se reencontram em Brasileiro depois de 21 anos",1]);//-->

O capitão Dedimar, que retorna ao time, também consegue perceber a dificuldade do Grêmio em jogar a Série B. "Eles ainda não entraram no verdadeiro clima da Segunda Divisão. Estes times que caem sentem muito mesmo o perfil da Série B. A marcação é diferente, o posicionamento, tudo", conta o zagueiro.

A situação do Santo André, que poderia parecer facilitada por isso, se complica pela atual situação do adversário. O Grêmio vem de uma goleada sofrida para a Anapolina (4 a 0) na última rodada e precisa vencer em casa para tentar retornar ao grupo dos oito melhores do campeonato. O Grêmio soma 12 pontos e ocupa a 12ª colocação. "Primeiro eles tiveram um resultado muito ruim, e agora vão pegar o primeiro colocado. Se vencerem, será tudo de bom para ganhar moral. Pelo menos seria esse o nosso pensamento se estivéssemos na situação deles".

O momento do Santo André é o mais confortável possível. A equipe é a única que ainda não perdeu no Brasileiro, está invicto na competição e lidera com 21 pontos. "Temos de entrar em campo e jogar como líderes que somos, sabendo que, do nosso lado, os jogadores estão fazendo de tudo para justificar a liderança", disse o atacante Rodrigão, que retorna ao time titular após um ano afastado por contusão.

Para o lateral-direito Alexandre, o Santo André alcançou "um padrão de jogo importante". "As outras equipes não estão conseguindo manter isso. Será bom também para quando a gente chegar no quadrangular estar bem unido, entrosado", afirmou.

O técnico Sérgio Soares quer atenção a todo o time do Grêmio. Da equipe gaúcha, passaram pelo Ramalhão o meia Marco Aurélio e o atacante Osmar. "Se a gente der mole, vai se complicar. Vamos lá com aplicação".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;