Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Vôlei do Brasil tem a dura missao de vencer a Itália


Analy Cristofani
Da Redaçao

12/07/2000 | 00:33


  A Seleçao Brasileira de Vôlei masculino precisa vencer a invicta equipe da Itália nesta quarta, às 12h45 (horário de Brasília, com transmissao ao vivo pela Sportv), para garantir classificaçao à semifinal da Liga Mundial. Nesta terça, em Roterda (Holanda), o time perdeu para os Estados Unidos na segunda rodada por 3 sets a 2. Depois de vencer os dois primeiros sets, a equipe deixou que os norte-americanos reagissem, fechando em 22/25, 19/25, 25/23, 25/23 e 15/11.

Com o resultado, a equipe do técnico Radamés Lattari divide a segunda colocaçao do campeonato com outras três seleçoes: Rússia, Iugoslávia e Estados Unidos. O adversário do Brasil desta quarta lidera a competiçao invicto e a partida promete ser difícil para as pretensoes brasileiras. Caso nao vença, a Seleçao vai depender de uma combinaçao de resultados para seguir na disputa do título da Liga.

O time italiano já venceu sete das dez ediçoes disputadas da Liga e foi o único a vencer suas duas partidas até agora. Sendo assim, é um dos times favoritos ao título. Primeiro bateu os Estados Unidos por 3 sets a 1, na segunda-feira. A segunda vitória veio nesta terça, ao ganhar da Rússia de virada, 3 sets a 2, com parciais de 26/24, 19/25, 25/20, 13/25 e 17/15.

Na outra partida desta terça, a Iugoslávia venceu a Holanda, dona da casa, por 3 sets a 1, com parciais de 25/19, 15/25, 25/20 e 25/13. A rodada desta quarta será aberta com Estados Unidos e Iugoslávia, às 10h. O adversário da Holanda é a Rússia. As duas equipes entram em quadra após a partida do Brasil e estes dois jogos também serao transmitidos pela Sportv.

A derrota desta terça foi a terceira da Seleçao Brasileira para os norte-americanos na Liga Mundial deste ano. Na fase classificatória, o Brasil perdeu os dois jogos em casa por 3 sets a 0, na abertura do torneio. Lattari nao se mostrava preocupado, alegando que faltava à sua equipe entrosamento natural em início de temporada. Já nos Estados Unidos, na última rodada de classificaçao, os brasileiros levaram a melhor e saíram vitoriosos nos dois confrontos, fazendo valer a teoria do técnico brasileiro.

A equipe de Radamés Lattari começou a partida aproveitando para conquistar pontos de bloqueio e dos ataques de Dante. A situaçao era tao favorável que o Brasil conseguiu fechar o primeiro set em apenas 20 minutos. Foi no mesmo ritmo que o time brasileiro entrou no segundo set, mantendo a superioridade e fechando também em 20 minutos.

Mas os Estados Unidos nao estavam mortos e tiveram força para reagir no terceiro set. O time passou a forçar mais o saque e, assim, quebrar o passe brasileiro. O quarto set foi equilibrado até o vigésimo ponto, quando os adversários abriram dois pontos e o Brasil nao conseguiu a recuperaçao. O jogo foi para o tie-break, no qual os norte-americanos, embalados, apresentaram um bloqueio forte, impossibilitando o Brasil de tomar a frente do placar. Foi assim durante todo o set e a seleçao acabou perdendo por 15 a 11.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vôlei do Brasil tem a dura missao de vencer a Itália

Analy Cristofani
Da Redaçao

12/07/2000 | 00:33


  A Seleçao Brasileira de Vôlei masculino precisa vencer a invicta equipe da Itália nesta quarta, às 12h45 (horário de Brasília, com transmissao ao vivo pela Sportv), para garantir classificaçao à semifinal da Liga Mundial. Nesta terça, em Roterda (Holanda), o time perdeu para os Estados Unidos na segunda rodada por 3 sets a 2. Depois de vencer os dois primeiros sets, a equipe deixou que os norte-americanos reagissem, fechando em 22/25, 19/25, 25/23, 25/23 e 15/11.

Com o resultado, a equipe do técnico Radamés Lattari divide a segunda colocaçao do campeonato com outras três seleçoes: Rússia, Iugoslávia e Estados Unidos. O adversário do Brasil desta quarta lidera a competiçao invicto e a partida promete ser difícil para as pretensoes brasileiras. Caso nao vença, a Seleçao vai depender de uma combinaçao de resultados para seguir na disputa do título da Liga.

O time italiano já venceu sete das dez ediçoes disputadas da Liga e foi o único a vencer suas duas partidas até agora. Sendo assim, é um dos times favoritos ao título. Primeiro bateu os Estados Unidos por 3 sets a 1, na segunda-feira. A segunda vitória veio nesta terça, ao ganhar da Rússia de virada, 3 sets a 2, com parciais de 26/24, 19/25, 25/20, 13/25 e 17/15.

Na outra partida desta terça, a Iugoslávia venceu a Holanda, dona da casa, por 3 sets a 1, com parciais de 25/19, 15/25, 25/20 e 25/13. A rodada desta quarta será aberta com Estados Unidos e Iugoslávia, às 10h. O adversário da Holanda é a Rússia. As duas equipes entram em quadra após a partida do Brasil e estes dois jogos também serao transmitidos pela Sportv.

A derrota desta terça foi a terceira da Seleçao Brasileira para os norte-americanos na Liga Mundial deste ano. Na fase classificatória, o Brasil perdeu os dois jogos em casa por 3 sets a 0, na abertura do torneio. Lattari nao se mostrava preocupado, alegando que faltava à sua equipe entrosamento natural em início de temporada. Já nos Estados Unidos, na última rodada de classificaçao, os brasileiros levaram a melhor e saíram vitoriosos nos dois confrontos, fazendo valer a teoria do técnico brasileiro.

A equipe de Radamés Lattari começou a partida aproveitando para conquistar pontos de bloqueio e dos ataques de Dante. A situaçao era tao favorável que o Brasil conseguiu fechar o primeiro set em apenas 20 minutos. Foi no mesmo ritmo que o time brasileiro entrou no segundo set, mantendo a superioridade e fechando também em 20 minutos.

Mas os Estados Unidos nao estavam mortos e tiveram força para reagir no terceiro set. O time passou a forçar mais o saque e, assim, quebrar o passe brasileiro. O quarto set foi equilibrado até o vigésimo ponto, quando os adversários abriram dois pontos e o Brasil nao conseguiu a recuperaçao. O jogo foi para o tie-break, no qual os norte-americanos, embalados, apresentaram um bloqueio forte, impossibilitando o Brasil de tomar a frente do placar. Foi assim durante todo o set e a seleçao acabou perdendo por 15 a 11.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;