Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Bin Laden nega ataque, mas diz que apóia


Das Agências

12/09/2001 | 08:52


Osama Bin Laden, apontado pelos Estados Unidos como um dos prováveis responsáveis pelos atentados desta terça, desmentiu qualquer implicação nesses ataques, mas disse que os apoiava, segundo publicou esta quarta-feira o jornal paquistanês Ausaf.

O jornal, em língua urdu, informa que Bin Laden classificou os ataques desta terça de "reação legítima dos povos oprimidos contra a potência norte-americana". Segundo o jornal, esta reação foi lida à redação por um "representante especial" — não identificado — de Bin Laden, que vive há cinco anos no Afeganistão, "convidado" pelo poder talibã.

O artigo não cita diretamente Bin Laden ou o texto evocado, mas afirma que o milionário de origem saudita não está implicado ns atentados cometidos nos Estados Unidos. Bin Laden teria declarado que tinha a "missão de acabar com a agressão israelense contra a Palestina e que centenas de jovens teriam jurado morrer por ele".

Ainda segundo o artigo, ele teria qualificado os Estados Unidos de "principal aliado de Israel", acusando Washington de armar o Estado hebreu.

O jornal também diz que Bin Laden garante não dispor de armas nucleares nem mísseis, mas sim do apoio de dezenas de químicos e biólogos muçulmanos e que utilizaria sua ciência contra os "infiéis" ou os não muçulmanos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;