Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 4 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

RJ: diretor diz que peritos estão perto de encontrar prova sobre chacina


Da Agência Brasil

09/04/2005 | 14:57


Os peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli estão perto de encontrar a prova técnica que liga as armas recolhidas dos acusados da chacina de Nova Iguaçu e Queimados, na Baixada Fluminense, às balas retiradas dos corpos das vítimas e às cápsulas encontradas no carro usado pelos criminosos e nos locais onde as pessoas foram executadas. O diretor da Polícia Técnica da Secretaria de Segurança Pública, Roger Ancillotti, informou neste sábado que até a próxima semana essa ligação vai aparecer. "Seguramente, durante a semana, aparecerão as armas associadas aos projéteis retirados dos cadáveres", disse.

De acordo com Ancillotti, o trabalho da perícia está em fase final e será fundamental para que os acusados sejam indiciados no inquérito. O diretor informou que os peritos estão usando equipamentos sofisticados para observar detalhadamente cada prova técnica recolhida. Segundo ele, estão sendo examinadas cerca de 72 armas, mais de 20 cápsulas e cerca de 31 fragmentos de balas retiradas dos 30 corpos das vítimas da chacina.

O diretor da Polícia Técnica disse ainda que não há mais dúvida de que o gol prata apreendido na casa de uma pessoa - que por motivo de segurança não teve o nome divulgado - é o mesmo que, segundo uma testemunha, teria sido usado pelo policial militar Carlos Jorge de Carvalho no dia da barbárie. Essa pessoa havia emprestado o gol ao policial acusado. Cerca de 12 acusados da chacina, a maioria policiais militares, permanecem presos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

RJ: diretor diz que peritos estão perto de encontrar prova sobre chacina

Da Agência Brasil

09/04/2005 | 14:57


Os peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli estão perto de encontrar a prova técnica que liga as armas recolhidas dos acusados da chacina de Nova Iguaçu e Queimados, na Baixada Fluminense, às balas retiradas dos corpos das vítimas e às cápsulas encontradas no carro usado pelos criminosos e nos locais onde as pessoas foram executadas. O diretor da Polícia Técnica da Secretaria de Segurança Pública, Roger Ancillotti, informou neste sábado que até a próxima semana essa ligação vai aparecer. "Seguramente, durante a semana, aparecerão as armas associadas aos projéteis retirados dos cadáveres", disse.

De acordo com Ancillotti, o trabalho da perícia está em fase final e será fundamental para que os acusados sejam indiciados no inquérito. O diretor informou que os peritos estão usando equipamentos sofisticados para observar detalhadamente cada prova técnica recolhida. Segundo ele, estão sendo examinadas cerca de 72 armas, mais de 20 cápsulas e cerca de 31 fragmentos de balas retiradas dos 30 corpos das vítimas da chacina.

O diretor da Polícia Técnica disse ainda que não há mais dúvida de que o gol prata apreendido na casa de uma pessoa - que por motivo de segurança não teve o nome divulgado - é o mesmo que, segundo uma testemunha, teria sido usado pelo policial militar Carlos Jorge de Carvalho no dia da barbárie. Essa pessoa havia emprestado o gol ao policial acusado. Cerca de 12 acusados da chacina, a maioria policiais militares, permanecem presos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;