Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Misturas de cores e sabores

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Campeonato de sucos em escola ajuda estudantes a descobrir saúde em itens naturais


Tauana Marin

15/12/2019 | 07:26


Os nutrientes de itens como frutas e vegetais ajudam a saúde e podem ser obtidos por meio de boas doses de sucos ou vitaminas. A ideia de ir à cozinha para ‘matar’ a sede de maneira natural sempre movimenta as famílias e as crianças também podem participar do processo na busca por cores e sabores. 

Foi pensando em incentivar hábitos saudáveis e a autonomia na culinária que alunos do ensino fundamental do Colégio Adventista foram convidados a participar do projeto Chef Kids. Ele muda conforme os semestres. Na primeira metade deste ano, os alunos precisavam preparar lancheiras com comidas mais saudáveis. A ação busca incentivar as famílias a ficarem juntas na cozinha, preparando pratos e bebidas que fazem bem ao corpo.

O concurso, direcionado aos estudantes do 3º ao 5º ano, motivou os participantes a pensarem em sucos feitos com produtos naturais e sem açúcar. Ao todo, 47 estudantes fizeram a inscrição. Os três melhores, entre os dez finalistas, ganharam kits (com utensílios variados) e toda a turma foi incentivada a continuar se dedicando a esse tipo de bebida, rica em vitaminas e sais minerais.

As gêmeas Ester e Beatriz Fernandes Ruiz, 9 anos, por exemplo, cursam o 3º ano na unidade do colégio em Diadema. Cada uma pensou em sua própria receita, mas tiveram o morango como ponto em comum, uma vez que é a fruta preferida da dupla. “Bati (o morango) com abacaxi e essa mistura ficou rica em vitamina C (cujo um dos benefícios previne o envelhecimento das células)”, explica Ester. Já Beatriz decidiu apostar na mescla com a laranja. “Fica cítrico e eu gosto. É bastante refrescante. A pessoa pode coar se preferir tirar os gomos (da laranja)”, dá a dica. 

A cozinha é um recinto bem conhecido por Heitor Santana Frezze, 8, que tem o pai como espelho “por fazer coisas muito boas” e por ter os incentivos dos pratos feitos pela avó. “No concurso, misturei manga, morango, ameixa e laranja. Chamei minha bebida de Arco-Íris, porque, além de juntar muitas cores, traz diferentes sabores e vitaminas.”

Um Por três e Três Por Um foi o nome que Felipe Costa Silva, 9, deu à sua receita. Ele utilizou laranja, banana e morango. “É uma boa oportunidade de aprender a fazer suco sozinho”, comenta o menino. “E quando fazemos com a fruta é muito diferente daquele (suco) que tomamos de caixinha (com bebida industrializada). O sabor é melhor, mais refrescante e não tem açúcar e conservantes (substância que busca inibir a proliferação de bactérias).”

Vencedora costuma ajudar na cozinha de casa

Sempre adepta a participar dos projetos escolares diferenciados, Mariana Farias Garcia, 11 anos, do 5º ano da unidade de Diadema do Colégio Adventista, se animou com a competição de sucos. Sua bebida foi batizada como Doce da Fruta e foi feita a partir de abacaxi, mexerica, uva, água de coco e hortelã. A junção dos sabores fez muito sucesso entre os jurados, que acabaram escolhendo a receita como a merecedora do primeiro lugar da competição Chef Kids.

A combinação nasceu na cozinha de sua casa, com a ajuda de sua mãe e tendo o pai como ‘cobai’ para experimentar. “Gosto de ajudar minha família com o que comemos em casa. Minha mãe e eu compramos muitas frutas e começamos a combiná-las”, diz. “É divertido porque sempre nos surpreendemos com o gosto das misturas. Mesmo assim, não tinha pretensão de ganhar. Fiquei surpresa.”

Ela aprendeu que consumir as vitaminas das frutas ajuda na prevenção de doenças e o concurso lhe alertou sobre a presença do açúcar, que pode parecer inofensiva, na bebida. “O doce artificial rouba o gosto natural da fruta e também as coisas que têm de bom.”

Consultoria de Tania Cardoso Domingues, nutricionista da rede Colégio Adventista. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Misturas de cores e sabores

Campeonato de sucos em escola ajuda estudantes a descobrir saúde em itens naturais

Tauana Marin

15/12/2019 | 07:26


Os nutrientes de itens como frutas e vegetais ajudam a saúde e podem ser obtidos por meio de boas doses de sucos ou vitaminas. A ideia de ir à cozinha para ‘matar’ a sede de maneira natural sempre movimenta as famílias e as crianças também podem participar do processo na busca por cores e sabores. 

Foi pensando em incentivar hábitos saudáveis e a autonomia na culinária que alunos do ensino fundamental do Colégio Adventista foram convidados a participar do projeto Chef Kids. Ele muda conforme os semestres. Na primeira metade deste ano, os alunos precisavam preparar lancheiras com comidas mais saudáveis. A ação busca incentivar as famílias a ficarem juntas na cozinha, preparando pratos e bebidas que fazem bem ao corpo.

O concurso, direcionado aos estudantes do 3º ao 5º ano, motivou os participantes a pensarem em sucos feitos com produtos naturais e sem açúcar. Ao todo, 47 estudantes fizeram a inscrição. Os três melhores, entre os dez finalistas, ganharam kits (com utensílios variados) e toda a turma foi incentivada a continuar se dedicando a esse tipo de bebida, rica em vitaminas e sais minerais.

As gêmeas Ester e Beatriz Fernandes Ruiz, 9 anos, por exemplo, cursam o 3º ano na unidade do colégio em Diadema. Cada uma pensou em sua própria receita, mas tiveram o morango como ponto em comum, uma vez que é a fruta preferida da dupla. “Bati (o morango) com abacaxi e essa mistura ficou rica em vitamina C (cujo um dos benefícios previne o envelhecimento das células)”, explica Ester. Já Beatriz decidiu apostar na mescla com a laranja. “Fica cítrico e eu gosto. É bastante refrescante. A pessoa pode coar se preferir tirar os gomos (da laranja)”, dá a dica. 

A cozinha é um recinto bem conhecido por Heitor Santana Frezze, 8, que tem o pai como espelho “por fazer coisas muito boas” e por ter os incentivos dos pratos feitos pela avó. “No concurso, misturei manga, morango, ameixa e laranja. Chamei minha bebida de Arco-Íris, porque, além de juntar muitas cores, traz diferentes sabores e vitaminas.”

Um Por três e Três Por Um foi o nome que Felipe Costa Silva, 9, deu à sua receita. Ele utilizou laranja, banana e morango. “É uma boa oportunidade de aprender a fazer suco sozinho”, comenta o menino. “E quando fazemos com a fruta é muito diferente daquele (suco) que tomamos de caixinha (com bebida industrializada). O sabor é melhor, mais refrescante e não tem açúcar e conservantes (substância que busca inibir a proliferação de bactérias).”

Vencedora costuma ajudar na cozinha de casa

Sempre adepta a participar dos projetos escolares diferenciados, Mariana Farias Garcia, 11 anos, do 5º ano da unidade de Diadema do Colégio Adventista, se animou com a competição de sucos. Sua bebida foi batizada como Doce da Fruta e foi feita a partir de abacaxi, mexerica, uva, água de coco e hortelã. A junção dos sabores fez muito sucesso entre os jurados, que acabaram escolhendo a receita como a merecedora do primeiro lugar da competição Chef Kids.

A combinação nasceu na cozinha de sua casa, com a ajuda de sua mãe e tendo o pai como ‘cobai’ para experimentar. “Gosto de ajudar minha família com o que comemos em casa. Minha mãe e eu compramos muitas frutas e começamos a combiná-las”, diz. “É divertido porque sempre nos surpreendemos com o gosto das misturas. Mesmo assim, não tinha pretensão de ganhar. Fiquei surpresa.”

Ela aprendeu que consumir as vitaminas das frutas ajuda na prevenção de doenças e o concurso lhe alertou sobre a presença do açúcar, que pode parecer inofensiva, na bebida. “O doce artificial rouba o gosto natural da fruta e também as coisas que têm de bom.”

Consultoria de Tania Cardoso Domingues, nutricionista da rede Colégio Adventista. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;