Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

BID e Japao patrocinam estudo sobre reforma no Brasil


Do Diário do Grande ABC

12/06/2000 | 14:19


O Banco Interamericano de Desenvolvimento(BID) e o governo japonês estao patrocinando estudos para a reforma do sistema previdenciário brasileiro. Um dos primeiros resultados do convênio entre o Ministério da Previdência e Assistência Social e o BID foi a ediçao do livro "Novas Fronteiras de Investimento das Entidades Fechadas de Previdência Privada".

O livro de Flávio Marcílio Rabelo, professor adjunto da Fundaçao Getúlio Vargas (Eaesp-FGV), trata de investimentos alternativos para as fundaçoes em projetos de financiamento em infra-estrutura, em empresas de capital fechado e empresas emergentes, além da securitizaçao (transformaçao em títulos) de recebíveis imobiliários.

Dados do Banco Central da carteira consolidada dos fundos de pensao no período de 1997/1999 mostram que os investimentos têm sido conservadores: 25% em fundos de renda fixa; 25% em açoes; 11% em fundos de renda variável; 10% em imóveis; 7% em depósitos a prazo; 6% em títulos públicos; 4% em financiamentos imobiliários e 12% em outros.

Segundo Kliass, o Banco Mundial e o Banco Interamericano de Desenvolvimento têm demonstrado interesse em financiar projetos de pesquisa para a reforma previdenciária brasileira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

BID e Japao patrocinam estudo sobre reforma no Brasil

Do Diário do Grande ABC

12/06/2000 | 14:19


O Banco Interamericano de Desenvolvimento(BID) e o governo japonês estao patrocinando estudos para a reforma do sistema previdenciário brasileiro. Um dos primeiros resultados do convênio entre o Ministério da Previdência e Assistência Social e o BID foi a ediçao do livro "Novas Fronteiras de Investimento das Entidades Fechadas de Previdência Privada".

O livro de Flávio Marcílio Rabelo, professor adjunto da Fundaçao Getúlio Vargas (Eaesp-FGV), trata de investimentos alternativos para as fundaçoes em projetos de financiamento em infra-estrutura, em empresas de capital fechado e empresas emergentes, além da securitizaçao (transformaçao em títulos) de recebíveis imobiliários.

Dados do Banco Central da carteira consolidada dos fundos de pensao no período de 1997/1999 mostram que os investimentos têm sido conservadores: 25% em fundos de renda fixa; 25% em açoes; 11% em fundos de renda variável; 10% em imóveis; 7% em depósitos a prazo; 6% em títulos públicos; 4% em financiamentos imobiliários e 12% em outros.

Segundo Kliass, o Banco Mundial e o Banco Interamericano de Desenvolvimento têm demonstrado interesse em financiar projetos de pesquisa para a reforma previdenciária brasileira.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;