Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Estado autoriza construção de Bom Prato em São Bernardo

Claudinei Plaza/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Inauguração do equipamento, segundo na região, está prevista para ocorrer em março de 2018


Humberto Domiciano
Do Diário do Grande ABC

18/10/2017 | 07:00


 O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), assinou, ontem, autorização para instalação de restaurante Bom Prato no Centro de São Bernardo. O equipamento deve ser inaugurado até março de 2018 e será a segunda unidade no Grande ABC – a outra funciona em Santo André.

A previsão é a de que sejam servidas 1.400 refeições e 300 cafés da manhã diariamente no restaurante, que será instalado em área próxima ao Terminal Rodoviário Italo Setti e ao Poupatempo.

Em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes, o governador tucano destacou a importância do programa social. “Vamos levar para São Bernardo uma política social que é a mais bem avaliada no Estado. É alimentação balanceada, com proteína, carboidratos e lipídios, além de ser saborosa”, completou.

Para o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), a proposta será a de agregar serviços na região central do município. “É um local estratégico, ao lado do Caps (Centro de Atenção Psicossocial), e isso foi uma escolha nossa. A ideia é unir bons serviços em um espaço que estava subutilizado e que fizemos readequação”, definiu o chefe do Executivo.

O secretário estadual de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro (PSDB), afirmou que o processo de chamamento da OS (Organização Social) deve ser concluído em até 90 dias e o custo de implantação da unidade será de aproximadamente R$ 1,5 milhão. “A contratação dos funcionários será feita pela OS e o Estado subsidia boa parte do custeio. O cidadão seguirá pagando R$ 1 pela refeição”, pontou.

O Bom Prato tem custeio mensal em torno de R$ 100 mil, arcados pela Pasta estadual, mas que pode receber também auxílio financeiro das prefeituras.

O programa foi criado em dezembro de 2000. Em todo o Estado de São Paulo, existem 52 restaurantes em funcionamento.

SANTO ANDRÉ

Única cidade da região a contar com unidade do Bom Prato, Santo André pleiteia a descentralização do serviço, instalado há 15 anos na área central. Durante comemoração pelo aniversário do equipamento estadual, que fornece café da manhã a R$ 0,50 e almoço a R$ 1, em setembro, o prefeito Paulo Serra (PSDB) destacou que a intenção é levar o atendimento para a Vila Luzita em meados de 2019 ou 2020.

O Bom Prato andreense já serviu mais de 7 milhões de refeições em 15 anos de funcionamento. De segunda a sexta-feira, são servidos 300 cafés da manhã e 1.400 almoços.

MAUÁ

Prometida desde abril de 2014, a primeira unidade do Bom Prato de Mauá teve negociações retomadas pelo prefeito Atila Jacomussi (PSB) junto ao governo do Estado em dezembro de 2016, no entanto, sem avanços. A promessa era a de que o equipamento estadual fosse instalado na região do Jardim Zaíra até o fim do ano. A expectativa é a de que sejam servidas 1.000 refeições diárias no local.

O município possui dois restaurantes populares do governo federal, um no bairro São João e outro na região central.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Estado autoriza construção de Bom Prato em São Bernardo

Inauguração do equipamento, segundo na região, está prevista para ocorrer em março de 2018

Humberto Domiciano
Do Diário do Grande ABC

18/10/2017 | 07:00


 O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), assinou, ontem, autorização para instalação de restaurante Bom Prato no Centro de São Bernardo. O equipamento deve ser inaugurado até março de 2018 e será a segunda unidade no Grande ABC – a outra funciona em Santo André.

A previsão é a de que sejam servidas 1.400 refeições e 300 cafés da manhã diariamente no restaurante, que será instalado em área próxima ao Terminal Rodoviário Italo Setti e ao Poupatempo.

Em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes, o governador tucano destacou a importância do programa social. “Vamos levar para São Bernardo uma política social que é a mais bem avaliada no Estado. É alimentação balanceada, com proteína, carboidratos e lipídios, além de ser saborosa”, completou.

Para o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), a proposta será a de agregar serviços na região central do município. “É um local estratégico, ao lado do Caps (Centro de Atenção Psicossocial), e isso foi uma escolha nossa. A ideia é unir bons serviços em um espaço que estava subutilizado e que fizemos readequação”, definiu o chefe do Executivo.

O secretário estadual de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro (PSDB), afirmou que o processo de chamamento da OS (Organização Social) deve ser concluído em até 90 dias e o custo de implantação da unidade será de aproximadamente R$ 1,5 milhão. “A contratação dos funcionários será feita pela OS e o Estado subsidia boa parte do custeio. O cidadão seguirá pagando R$ 1 pela refeição”, pontou.

O Bom Prato tem custeio mensal em torno de R$ 100 mil, arcados pela Pasta estadual, mas que pode receber também auxílio financeiro das prefeituras.

O programa foi criado em dezembro de 2000. Em todo o Estado de São Paulo, existem 52 restaurantes em funcionamento.

SANTO ANDRÉ

Única cidade da região a contar com unidade do Bom Prato, Santo André pleiteia a descentralização do serviço, instalado há 15 anos na área central. Durante comemoração pelo aniversário do equipamento estadual, que fornece café da manhã a R$ 0,50 e almoço a R$ 1, em setembro, o prefeito Paulo Serra (PSDB) destacou que a intenção é levar o atendimento para a Vila Luzita em meados de 2019 ou 2020.

O Bom Prato andreense já serviu mais de 7 milhões de refeições em 15 anos de funcionamento. De segunda a sexta-feira, são servidos 300 cafés da manhã e 1.400 almoços.

MAUÁ

Prometida desde abril de 2014, a primeira unidade do Bom Prato de Mauá teve negociações retomadas pelo prefeito Atila Jacomussi (PSB) junto ao governo do Estado em dezembro de 2016, no entanto, sem avanços. A promessa era a de que o equipamento estadual fosse instalado na região do Jardim Zaíra até o fim do ano. A expectativa é a de que sejam servidas 1.000 refeições diárias no local.

O município possui dois restaurantes populares do governo federal, um no bairro São João e outro na região central.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;