Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Tragédia acaba com 5 amigas mortas


Luciano Cavenagui
Do Diário do Grande ABC

12/02/2008 | 07:00


A festa acabou em tragédia. Cinco amigas, três delas de Santo André, que participaram de um aniversário em Mogi das Cruzes, na Região Metropolitana, morreram anteontem à noite após uma batida entre o Siena em que estavam e um caminhão Mercedes-Benz.

Outras duas mulheres que também ocupavam o Siena – uma delas que nasceu em São Bernardo e trabalha em São Caetano – ficaram feridas e não correm risco de morte.

A festa de aniversário ocorreu no condomínio de alto padrão Aruã, no bairro Itapeti, em Mogi das Cruzes. O churrasco começou pela manhã e só terminou à noite.

A colisão ocorreu às 20h10 na Estrada Itapeti, também conhecida na cidade como Estrada da Pedreira, perto da saída do condomínio.

O Siena prata, ano 2007, ocupado pelas sete mulheres, duas na parte dianteira e cinco na traseira, era dirigido pela agente de viagem Liliane Assunção Miguel, 28 anos, moradora do bairro Jardim Santa Cruz, zona Sul da Capital.

De acordo com o motorista do caminhão caçamba, Willian Diego Silvério da Silva, 21 anos, e seu primo, o ajudante Rodolfo Rodrigues Pinto, 24, o Siena saiu em alta velocidade do condomínio e entrou na contramão da estrada, chocando-se contra o caminhão.

Segundo depoimento de Silva à polícia, o caminhão trafegava a aproximadamente 60 Km/h.

“Nem deu tempo de brecar ou fazer algum desvio. Foi uma coisa muito rápida”, afirmou o ajudante Pinto.

O caminhão arrastou o Siena até um barranco de cerca de quatro metros de altura, onde as mulheres caíram.

Morreram na hora Liliane, a estudante Narel Pereira de Moura, 17 anos, moradora da Vila Palmares, em Santo André, a subgerente de loja de roupas Suelen Silva Ferreira, 24, que residia na Cidade São Jorge, em Santo André, e Alexandra Machado, 27, que nasceu em São Bernardo e trabalhava em São Caetano.

A auxiliar administrativa Jessica de Santana Cancer, 22 anos, que morava na Vila Buarque, zona Oeste de São Paulo, morreu a caminho do hospital.

Ficaram feridas a vendedora Tamires Gomes Navarro, 18, prima de Narel e que residia também na Vila Palmares, e a estudante de gastronomia Jessika Zopolato Mendes, 25, que residia na Capital. Ambas estão internadas em hospitais na região de Mogi das Cruzes.

“Tivemos de cortar o teto do Siena para retirar os corpos e as sobreviventes. O carro ficou completamente destruído. Levamos 35 minutos durante o resgate. As marcas no chão provam que o Siena foi na contramão”, afirmou o sargento do Corpo de Bombeiros de Mogi das Cruzes, Davi Borja.

Há suspeitas de que a motorista do Siena estava embriagada. Segundo o Corpo de Bombeiros, duas latinhas de cerveja foram achadas dentro do Siena, além de um engradado de cervejas no porta-malas. Exame de dosagem alcoólica foi solicitado pela polícia. O caso foi registrado como homicídio culposo (sem intenção).


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;