Fechar
Publicidade

Sábado, 17 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Surpresas e mais surpresas

Se não bastasse a derrota da Espanha, umas das favoritas para ganhar a competição, agora Alemanha e Estados Unidos também ficaram devendo


Especial para o Diário

19/06/2010 | 00:00


Os resultados dos jogos do Mundial continuam surpreendendo. Se não bastasse a derrota da Espanha, umas das favoritas para ganhar a competição, agora Alemanha e Estados Unidos também ficaram devendo.

Reconheço que a Suíça fez grande campanha na fase de eliminatórias e, apesar da força da Fúria, percebeu-se que o touro foi ferido. Espera-se que levemente e não mortalmente. Torcemos por uma Espanha cada vez melhor no torneio.

A Sérvia venceu e convenceu no confronto com a Alemanha, apesar do domínio territorial dos tedescos durante quase todo jogo. Além de um pênalti perdido. Já a Eslovênia, considerada uma das zebras da Copa, empatou com os Estados Unidos. Houve muita emoção nessa partida que era vencida pela Eslovênia por 2 a 0.

Interessante que o Brasil sempre mereceu respeito e admiração. Mas aqui na África não está sendo apontado como favorito nem pela torcida, nem pela imprensa internacional.

Resta a Argentina, que venceu os seus dois primeiros jogos. Contra a Coréia do Sul foi uma goleada impiedosa. Apesar de não concordar com a esquematização de Dunga, não ter gostado da estreia contra a Coréia do Norte e não ficar empolgado com o time brasileiro, acho bom jogar uma Copa com favoritismo marginal.

Deixa todo mundo indicar a Argentina agora como a maior favorita ao título. E nós podemos ir comendo pelas beiradas.

BASTIDORES

Recuperação. Os Estados Unidos conseguiram recuperação impressionante contra a Eslovênia. O empate no segundo tempo poderia ter virado grande vitória, não fosse o árbitro Koman Koulibaly, de Mali, que anulou gol legal no fim da partida.

- Um a menos faz falta. A expulsão de Klose evidencia a falta que faz um jogador em campo. A Alemanha perdeu o atacante e dois minutos depois sofreu o gol. A Nigéria também sentiu na pele ficar com um a menos. Dominava o jogo e vencia a Grécia, mas depois levou a virada.

- Todos por Saramago. A delegação de Portugal lamentou a morte do escritor, principalmente o técnico Carlos Queiroz. O time só volta a campo na segunda-feira e deve fazer homenagem para Saramago, que tinha 87 anos.

- No ritmo do samba. O goleiro Júlio César deu animada entrevista e, em uma de suas declarações, mandou recado aos hermanos. No fim da Copa do Mundo o ritmo será de samba e não de tango. Tomara que ele esteja certo!

- Figura da Copa. O técnico Diego Maradona cada vez mais chama a atenção na África do Sul. No treino de ontem, ele aproveitou para trabalhar os goleiros e mostrou toda sua habilidade, além de soltar um palavrão a cada chute.

- Impostores. É assim que a imprensa francesa está tratando a sua seleção, depois do tropeço contra o México. O fato é que a França está repetindo a fraca atuação de 2002, quando foi eliminada da competição sem gol marcado, o que pode se repetir agora.

TOQUE FINAL

Em todas as rodas de turistas e jornalistas aqui na África do Sul, alguém tem história para contar. Vários hotéis do país foram invadidos por meliantes. Não há privilégio nem para os locais oficiais, que deveriam receber proteção especial das autoridades.

Jornalistas de vários órgãos e países relatam situações constrangedoras. Delegações, como Japão, Grécia, Coréia do Sul, além de flats e hotéis dos jornalistas, são invadidos.

Não dá para entender como os ladrões entram nesses locais, vão aos quartos, localizam os cofres de segurança. Não deixam rastros na porta e no armário. E a gerência diz que está surpresa. Como se esse país estivesse na Escandinávia.

Os prejuízos são muito grandes. Conforta-nos que por enquanto não passou disso. Não houve, portanto, assaltos com ferimentos ou morte, felizmente.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Surpresas e mais surpresas

Se não bastasse a derrota da Espanha, umas das favoritas para ganhar a competição, agora Alemanha e Estados Unidos também ficaram devendo

Especial para o Diário

19/06/2010 | 00:00


Os resultados dos jogos do Mundial continuam surpreendendo. Se não bastasse a derrota da Espanha, umas das favoritas para ganhar a competição, agora Alemanha e Estados Unidos também ficaram devendo.

Reconheço que a Suíça fez grande campanha na fase de eliminatórias e, apesar da força da Fúria, percebeu-se que o touro foi ferido. Espera-se que levemente e não mortalmente. Torcemos por uma Espanha cada vez melhor no torneio.

A Sérvia venceu e convenceu no confronto com a Alemanha, apesar do domínio territorial dos tedescos durante quase todo jogo. Além de um pênalti perdido. Já a Eslovênia, considerada uma das zebras da Copa, empatou com os Estados Unidos. Houve muita emoção nessa partida que era vencida pela Eslovênia por 2 a 0.

Interessante que o Brasil sempre mereceu respeito e admiração. Mas aqui na África não está sendo apontado como favorito nem pela torcida, nem pela imprensa internacional.

Resta a Argentina, que venceu os seus dois primeiros jogos. Contra a Coréia do Sul foi uma goleada impiedosa. Apesar de não concordar com a esquematização de Dunga, não ter gostado da estreia contra a Coréia do Norte e não ficar empolgado com o time brasileiro, acho bom jogar uma Copa com favoritismo marginal.

Deixa todo mundo indicar a Argentina agora como a maior favorita ao título. E nós podemos ir comendo pelas beiradas.

BASTIDORES

Recuperação. Os Estados Unidos conseguiram recuperação impressionante contra a Eslovênia. O empate no segundo tempo poderia ter virado grande vitória, não fosse o árbitro Koman Koulibaly, de Mali, que anulou gol legal no fim da partida.

- Um a menos faz falta. A expulsão de Klose evidencia a falta que faz um jogador em campo. A Alemanha perdeu o atacante e dois minutos depois sofreu o gol. A Nigéria também sentiu na pele ficar com um a menos. Dominava o jogo e vencia a Grécia, mas depois levou a virada.

- Todos por Saramago. A delegação de Portugal lamentou a morte do escritor, principalmente o técnico Carlos Queiroz. O time só volta a campo na segunda-feira e deve fazer homenagem para Saramago, que tinha 87 anos.

- No ritmo do samba. O goleiro Júlio César deu animada entrevista e, em uma de suas declarações, mandou recado aos hermanos. No fim da Copa do Mundo o ritmo será de samba e não de tango. Tomara que ele esteja certo!

- Figura da Copa. O técnico Diego Maradona cada vez mais chama a atenção na África do Sul. No treino de ontem, ele aproveitou para trabalhar os goleiros e mostrou toda sua habilidade, além de soltar um palavrão a cada chute.

- Impostores. É assim que a imprensa francesa está tratando a sua seleção, depois do tropeço contra o México. O fato é que a França está repetindo a fraca atuação de 2002, quando foi eliminada da competição sem gol marcado, o que pode se repetir agora.

TOQUE FINAL

Em todas as rodas de turistas e jornalistas aqui na África do Sul, alguém tem história para contar. Vários hotéis do país foram invadidos por meliantes. Não há privilégio nem para os locais oficiais, que deveriam receber proteção especial das autoridades.

Jornalistas de vários órgãos e países relatam situações constrangedoras. Delegações, como Japão, Grécia, Coréia do Sul, além de flats e hotéis dos jornalistas, são invadidos.

Não dá para entender como os ladrões entram nesses locais, vão aos quartos, localizam os cofres de segurança. Não deixam rastros na porta e no armário. E a gerência diz que está surpresa. Como se esse país estivesse na Escandinávia.

Os prejuízos são muito grandes. Conforta-nos que por enquanto não passou disso. Não houve, portanto, assaltos com ferimentos ou morte, felizmente.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;