Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 16 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Palestra de Ariano
Suassuna dá início
à Jornada Cultural

Claudinei Plaza/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Evento reúne teatro, música, literatura e gastronomia na cidade


Caroline Ropero
Do Diário do Grande ABC

09/06/2013 | 07:00


Carismático e de bom-humor, Ariano Suassuna deu início ontem à Jornada Cultural de Santo André com uma palestra divertida e cheia de histórias. O escritor falou de suas obras, ídolos, vida pessoal e cultura brasileira.

Durante duas horas, o artista arrancou risadas e transmitiu conhecimento e nacionalismo. “É uma pessoa brilhante, que sabe como temperar um discurso, contar piadas e fazer o povo participar”, afirmou Claudio Penisa, 72 anos, de Santo André.

Exímio contador de histórias, Suassuna revelou detalhes de sua vida, como o sonho de ser palhaço, o desconforto ao viajar de avião e a inspiração do poema A mulher e o Reino: sua mulher, Zélia de Andrade Lima, que estava na plateia.

O poeta contou também que o assassinato do pai teve influência nas primeiras obras. “Era travado por dentro. Foi ela (Zélia) quem me desatou para a alegria e beleza do mundo.”

Ao falar do Auto da Compadecida, uma de suas peças mais famosas, afirmou que todo escritor é um mentiroso. “Não se satisfaz com o universo em que se encontra, então, cria outro.” Ao longo do discurso, também demonstrou a paixão pelo povo brasileiro.

O evento lotou o Teatro Municipal e recebeu até moradores de cidades vizinhas. “Foi um show. Além de ensinar literatura, ele deu uma lição de vida. É bom ter algo dessa qualidade tão perto”, afirmou Lilian Silva, 27, de São Caetano. “Ficamos extasiados”, completou Diego Mattoso, 28, de São Paulo.

Para o Secretário de Cultura da cidade, Raimundo Salles, a Jornada Cultural é uma maneira de trazer conteúdo de qualidade para o município. “Reunir 720 pessoas (público que participou da palestra de Suassuna) para falar de literatura é maravilhoso.”

SABORES DA RUA

Das 10h às 22h, o estacionamento do Paço Municipal foi palco do festival gastronômico Sabores da Rua. A atração contou com diversos restaurantes da cidade, que se instalaram em tendas. “O mais legal é a diversidade de pratos”, disse Walkiria Gois, 49, de Santo André.

Alguns estabelecimentos, entretanto, não estavam preparados para público tão grande. Em quatro horas de evento, algumas barracas tiveram de interromper as vendas para preparar mais alimento.

A Jornada Cultural continua hoje até às 22h com atrações de música, palestras, exposições, teatro e oficinas.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Palestra de Ariano
Suassuna dá início
à Jornada Cultural

Evento reúne teatro, música, literatura e gastronomia na cidade

Caroline Ropero
Do Diário do Grande ABC

09/06/2013 | 07:00


Carismático e de bom-humor, Ariano Suassuna deu início ontem à Jornada Cultural de Santo André com uma palestra divertida e cheia de histórias. O escritor falou de suas obras, ídolos, vida pessoal e cultura brasileira.

Durante duas horas, o artista arrancou risadas e transmitiu conhecimento e nacionalismo. “É uma pessoa brilhante, que sabe como temperar um discurso, contar piadas e fazer o povo participar”, afirmou Claudio Penisa, 72 anos, de Santo André.

Exímio contador de histórias, Suassuna revelou detalhes de sua vida, como o sonho de ser palhaço, o desconforto ao viajar de avião e a inspiração do poema A mulher e o Reino: sua mulher, Zélia de Andrade Lima, que estava na plateia.

O poeta contou também que o assassinato do pai teve influência nas primeiras obras. “Era travado por dentro. Foi ela (Zélia) quem me desatou para a alegria e beleza do mundo.”

Ao falar do Auto da Compadecida, uma de suas peças mais famosas, afirmou que todo escritor é um mentiroso. “Não se satisfaz com o universo em que se encontra, então, cria outro.” Ao longo do discurso, também demonstrou a paixão pelo povo brasileiro.

O evento lotou o Teatro Municipal e recebeu até moradores de cidades vizinhas. “Foi um show. Além de ensinar literatura, ele deu uma lição de vida. É bom ter algo dessa qualidade tão perto”, afirmou Lilian Silva, 27, de São Caetano. “Ficamos extasiados”, completou Diego Mattoso, 28, de São Paulo.

Para o Secretário de Cultura da cidade, Raimundo Salles, a Jornada Cultural é uma maneira de trazer conteúdo de qualidade para o município. “Reunir 720 pessoas (público que participou da palestra de Suassuna) para falar de literatura é maravilhoso.”

SABORES DA RUA

Das 10h às 22h, o estacionamento do Paço Municipal foi palco do festival gastronômico Sabores da Rua. A atração contou com diversos restaurantes da cidade, que se instalaram em tendas. “O mais legal é a diversidade de pratos”, disse Walkiria Gois, 49, de Santo André.

Alguns estabelecimentos, entretanto, não estavam preparados para público tão grande. Em quatro horas de evento, algumas barracas tiveram de interromper as vendas para preparar mais alimento.

A Jornada Cultural continua hoje até às 22h com atrações de música, palestras, exposições, teatro e oficinas.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;