Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região teve dois animais resgatados por dia em 2019

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeituras capturam bichos, que passam por avaliação médica e são destinados aos habitats ideais; gambás, aves e peçonhentos são maioria


Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

04/01/2020 | 07:00


Quatro prefeituras da região resgataram 844 animais silvestres em 2019, média de dois por dia. Entre os mais comuns, estão os gambás, como o saruê, as aves, a exemplo da arara e do falcão, e os peçonhentos, tais como cobras e escorpiões. As ações são fruto de denúncia ou fiscalização e os bichos aparecem em razão do desmatamento ou fuga de cativeiros, legais ou não. Depois de examinados e tratados, retornam ao habitat natural ou são destinados a parques.

Em Santo André, divisão da Secretaria de Meio Ambiente, resgatou 76 animais. Já o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), que também realizava o serviço até o último dia 10, capturou 42, totalizando 118 bichos na cidade. Quem encontrar espécies silvestres perdidas ou feridas deve ligar para o telefone 4433-1958 ou para a GCM (Guarda Civil Municipal) pelo 4428-1700.

Um dos casos foi o de uma arara da espécie Ara ararauna, encontrada pelo comerciante Agenor Jesus Maranini, na Rua General Glicério, no Centro, em outubro. Ele capturou a ave do topo de uma árvore e a manteve em uma caixa com poleiro improvisado até que agentes do departamento de proteção e bem-estar animal e Semasa chegassem. O animal não estava identificado e a suspeita é a de que ele havia fugido de cativeiro ilegal.

A Guarda Ambiental, ligada à GCM de São Bernardo, salvou 595 animais em 2019. Para denunciar, basta ligar no 153 ou no 4101-6807. Em Diadema, o serviço é realizado pela Guarda Ambiental e o bicho é encaminhado para avaliação das secretarias de Defesa Social e Meio Ambiente. No período, foram 45 resgates, e os agentes podem ser acionados pelo 4059-7611. 

Já em Ribeirão Pires, foram 86 casos atendidos pela Defesa Civil. Destaca-se salvamento de bicho-preguiça na Rodovia Índio Tibiriçá, em janeiro. O animal foi examinado por veterinários do Parque Estoril e devolvido à natureza. Moradores podem denunciar pelos telefones 199 ou 4825-1830. 

CAUSA ANIMAL - A Prefeitura de Santo André disponibiliza no carnê do IPTU deste ano opção de doação de R$ 15 para a causa animal. O pagamento é voluntário e o valor será destinado ao Fundo Municipal de Proteção dos Animais para ações contra o abandono de cachorros e gatos, guarda responsável e saúde dos animais domésticos e silvestres.

Manter espécies da fauna silvestre sem autorização ou licença do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e maltrato de animais são crimes ambientais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Região teve dois animais resgatados por dia em 2019

Prefeituras capturam bichos, que passam por avaliação médica e são destinados aos habitats ideais; gambás, aves e peçonhentos são maioria

Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

04/01/2020 | 07:00


Quatro prefeituras da região resgataram 844 animais silvestres em 2019, média de dois por dia. Entre os mais comuns, estão os gambás, como o saruê, as aves, a exemplo da arara e do falcão, e os peçonhentos, tais como cobras e escorpiões. As ações são fruto de denúncia ou fiscalização e os bichos aparecem em razão do desmatamento ou fuga de cativeiros, legais ou não. Depois de examinados e tratados, retornam ao habitat natural ou são destinados a parques.

Em Santo André, divisão da Secretaria de Meio Ambiente, resgatou 76 animais. Já o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), que também realizava o serviço até o último dia 10, capturou 42, totalizando 118 bichos na cidade. Quem encontrar espécies silvestres perdidas ou feridas deve ligar para o telefone 4433-1958 ou para a GCM (Guarda Civil Municipal) pelo 4428-1700.

Um dos casos foi o de uma arara da espécie Ara ararauna, encontrada pelo comerciante Agenor Jesus Maranini, na Rua General Glicério, no Centro, em outubro. Ele capturou a ave do topo de uma árvore e a manteve em uma caixa com poleiro improvisado até que agentes do departamento de proteção e bem-estar animal e Semasa chegassem. O animal não estava identificado e a suspeita é a de que ele havia fugido de cativeiro ilegal.

A Guarda Ambiental, ligada à GCM de São Bernardo, salvou 595 animais em 2019. Para denunciar, basta ligar no 153 ou no 4101-6807. Em Diadema, o serviço é realizado pela Guarda Ambiental e o bicho é encaminhado para avaliação das secretarias de Defesa Social e Meio Ambiente. No período, foram 45 resgates, e os agentes podem ser acionados pelo 4059-7611. 

Já em Ribeirão Pires, foram 86 casos atendidos pela Defesa Civil. Destaca-se salvamento de bicho-preguiça na Rodovia Índio Tibiriçá, em janeiro. O animal foi examinado por veterinários do Parque Estoril e devolvido à natureza. Moradores podem denunciar pelos telefones 199 ou 4825-1830. 

CAUSA ANIMAL - A Prefeitura de Santo André disponibiliza no carnê do IPTU deste ano opção de doação de R$ 15 para a causa animal. O pagamento é voluntário e o valor será destinado ao Fundo Municipal de Proteção dos Animais para ações contra o abandono de cachorros e gatos, guarda responsável e saúde dos animais domésticos e silvestres.

Manter espécies da fauna silvestre sem autorização ou licença do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e maltrato de animais são crimes ambientais.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;