Fechar
Publicidade

Domingo, 11 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

S.Bernardo inaugura 1º centro de cuidados ao idoso da cidade

Denis Maciel/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Projeto piloto foi instalado na UBS Rudge Ramos ontem e deverá atender cerca de 3.400 munícipes acima dos 60 anos


Juliana Stern

22/06/2018 | 07:00


A Prefeitura de São Bernardo inaugurou ontem o primeiro centro de atendimento exclusivo à população idosa da cidade. Trata-se do programa Cuidadoso, projeto piloto que passou a funcionar em conjunto com a unidade de Saúde Rudge Ramos, localizada no bairro de mesmo nome (Rua Ângela Tomé, 246). 

Para a implementação da medida foi necessária a adaptação de espaço anexo com três consultórios e uma sala multiprofissional – investimento de cerca de R$ 100 mil da administração. O programa oferecerá, além de atendimento geriátrico, tratamento especial de odontologia, orientação farmacêutica, fisioterapia, fonoaudiologia, consultas psicológicas, terapia ocupacional, assistentes sociais e aulas com educadores físicos. Por enquanto, os atendimentos serão concentrados na UBS Rudge Ramos, escolhida por estar no bairro que detém a maior parcela de população acima dos 60 anos do município. 3.740 dos 99 mil idosos de São Bernardo estão cadastrados no posto.

A ideia do prefeito Orlando Morando (PSDB) é que o Cuidadoso se torne uma rede de serviços, ampliando o número de centros de atendimento após um período de seis meses de testes. A segunda unidade deverá ser aberta no começo de 2019. “Entraremos em um processo de maturação de procedimentos, corrigiremos eventuais imperfeições e, no ano que vem, começamos inaugurando mais”, afirma.

Os atendimentos do cuidadoso serão supervisionados pela médica geriatra Maria Cristina Passarelli, o que, segundo o secretário de Saúde, Geraldo Reple, é uma conquista levando em conta o número restrito de especialistas em idosos no País. Apenas 1.469 médicos brasileiros são geriatras. “Trouxemos uma mosca branca para trabalhar. É um marco termos conseguido uma especialista com doutorado e professora na área geriátrica”, afirma o secretário. 

Passarelli, por sua vez, elogia o programa pelo modelo de atendimento integrado. Os pacientes serão encaminhados para a unidade a partir da referência dos médicos de outras UBSs do município. “Mostra a preocupação desta Prefeitura e da secretaria com as necessidades dos idosos”, afirma a médica.

Para a dona de casa, moradora do Rudge Ramos desde que nasceu, Elisabete Patrizia, 65 anos, os usuários do sistema de Saúde municipal estão satisfeitos com o novo centro. “Estamos muito contentes pela unidade ter sido escolhida como a primeira. O bairro merecia isso”, diz.


PROJEÇÃO

Um a cada três moradores do Grande ABC terá 60 anos ou mais em 2050. Conforme a projeção populacional divulgada pela Fundação Seade no ano passado, o número de idosos entre as sete cidades passará dos atuais 365,8 mil habitantes para 820,8 mil indivíduos, salto de 124,34% no período.

A ONU (Organização das Nações Unidas) estima que as pessoas com mais de 60 anos representarão 32% da população mundial e devem superar pela primeira vez na história o número de crianças em 2050. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

S.Bernardo inaugura 1º centro de cuidados ao idoso da cidade

Projeto piloto foi instalado na UBS Rudge Ramos ontem e deverá atender cerca de 3.400 munícipes acima dos 60 anos

Juliana Stern

22/06/2018 | 07:00


A Prefeitura de São Bernardo inaugurou ontem o primeiro centro de atendimento exclusivo à população idosa da cidade. Trata-se do programa Cuidadoso, projeto piloto que passou a funcionar em conjunto com a unidade de Saúde Rudge Ramos, localizada no bairro de mesmo nome (Rua Ângela Tomé, 246). 

Para a implementação da medida foi necessária a adaptação de espaço anexo com três consultórios e uma sala multiprofissional – investimento de cerca de R$ 100 mil da administração. O programa oferecerá, além de atendimento geriátrico, tratamento especial de odontologia, orientação farmacêutica, fisioterapia, fonoaudiologia, consultas psicológicas, terapia ocupacional, assistentes sociais e aulas com educadores físicos. Por enquanto, os atendimentos serão concentrados na UBS Rudge Ramos, escolhida por estar no bairro que detém a maior parcela de população acima dos 60 anos do município. 3.740 dos 99 mil idosos de São Bernardo estão cadastrados no posto.

A ideia do prefeito Orlando Morando (PSDB) é que o Cuidadoso se torne uma rede de serviços, ampliando o número de centros de atendimento após um período de seis meses de testes. A segunda unidade deverá ser aberta no começo de 2019. “Entraremos em um processo de maturação de procedimentos, corrigiremos eventuais imperfeições e, no ano que vem, começamos inaugurando mais”, afirma.

Os atendimentos do cuidadoso serão supervisionados pela médica geriatra Maria Cristina Passarelli, o que, segundo o secretário de Saúde, Geraldo Reple, é uma conquista levando em conta o número restrito de especialistas em idosos no País. Apenas 1.469 médicos brasileiros são geriatras. “Trouxemos uma mosca branca para trabalhar. É um marco termos conseguido uma especialista com doutorado e professora na área geriátrica”, afirma o secretário. 

Passarelli, por sua vez, elogia o programa pelo modelo de atendimento integrado. Os pacientes serão encaminhados para a unidade a partir da referência dos médicos de outras UBSs do município. “Mostra a preocupação desta Prefeitura e da secretaria com as necessidades dos idosos”, afirma a médica.

Para a dona de casa, moradora do Rudge Ramos desde que nasceu, Elisabete Patrizia, 65 anos, os usuários do sistema de Saúde municipal estão satisfeitos com o novo centro. “Estamos muito contentes pela unidade ter sido escolhida como a primeira. O bairro merecia isso”, diz.


PROJEÇÃO

Um a cada três moradores do Grande ABC terá 60 anos ou mais em 2050. Conforme a projeção populacional divulgada pela Fundação Seade no ano passado, o número de idosos entre as sete cidades passará dos atuais 365,8 mil habitantes para 820,8 mil indivíduos, salto de 124,34% no período.

A ONU (Organização das Nações Unidas) estima que as pessoas com mais de 60 anos representarão 32% da população mundial e devem superar pela primeira vez na história o número de crianças em 2050. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;