Fechar
Publicidade

Domingo, 1 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Omega tem mais equipamentos


Sueli Osório
Do Diário do Grande ABC

03/10/2007 | 07:10


São dois sedãs grandes, luxuosos, importados, e equipados com motores de seis cilindros em “V” e transmissão automática. O australiano Chevrolet Omega passou por mudanças há apenas dois meses e conta agora com uma aparência muito mais robusta e jovial.

O mexicano Honda Accord vendido aqui está na sétima geração, tem o mesmo visual desde 2003 e é mais sóbrio, com estilo discreto. Embora a oitava geração do modelo tenha sido lançada nos Estados Unidos em agosto, ainda não há data certa para a chegada do novo modelo ao Brasil, o que deve ocorrer no primeiro semestre de 2008.

Nesse comparativo, o Omega leva vantagem por ter melhor desempenho, visual mais atraente e vir mais equipado, embora tenha preço mais salgado: são R$ 145 mil ante R$ 134.795 do rival.

O Accord também tem suas virtudes, como o rodar suave, o conjunto motor e transmissão bem ajustado, a boa dirigibilidade e o espaço interno. Uma opção interessante para quem gosta de um modelo low profile, não faz questão de tantos equipamentos e prefere gastar R$ 10.205 a menos.

O motor do Omega, o Alloytec V6 de 3,6 litros, foi recalibrado para privilegiar o torque, agora de 35,7 mkgf a 2.600 rpm, ante os 29,3 mkgf a 5.000 giros do rival.

O Chevrolet empolga quando pisamos no acelerador, com respostas rápidas, nos fazendo ouvir o ronco forte do propulsor. O australiano desenvolve também potência mais elevada: são 254 cavalos a 6.000 rpm, enquanto o Honda gera 240 cv a 6.250 rpm.

O espaço interno agrada em ambos. Os passageiros de trás têm bom espaço para pernas, ombros e cabeça. O Chevrolet transporta 50 litros a mais no porta-malas. O tanque de combustível também é maior, com capacidade para 73 litros de gasolina, enquanto o do Accord armazena 65 litros.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;