Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Sandra Papaiz deixa Prefeitura de Diadema


Eduardo Reina
Do Diário do Grande ABC

05/08/2005 | 07:22


A partir desta sexta, Diadema tem novo comando na Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Depois de sete meses à frente da pasta, Sandra Papaiz deixa o Executivo para se dedicar totalmente à empresa da família, a Papaiz. Em seu lugar assume o vice-prefeito Joel Fonseca. Sandra comandou a área econômica da Prefeitura desde o início da atual gestão de José de Filippi Júnior (PT), em janeiro. “Sandra trouxe muitas contribuições. Ajudou a construir o Pólo de Autopeças, nos moldes do Pólo de Cosméticos criado há três anos”, disse Filippi.

Joel Fonseca já foi titular de Desenvolvimento Econômico no primeiro ano da primeira administração de Filippi (2000-2003). “Joel tem bom trânsito entre empresários em Diadema e fomentou o Pólo de Cosméticos”, contra o prefeito.

Sandra Papaiz, segundo a Prefeitura, alegou problema de tempo para conciliar a coordenação da empresa da família e a secretaria municipal, e optou por dedicar-se exclusivamente à Papaiz em tempo integral. Joel Fonseca é vice-prefeito, tem formação sindical e ocupou por vários anos a direção da sub-sede Diadema do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Joel foi responsável pela criação do Pólo de Cosméticos de Diadema, situada a 17 quilômetros de São Paulo. Hoje, Diadema é a única cidade brasileira que concentra o maior número de empresas de cosméticos. São cerca de 100 fábricas especializadas na produção de batons, xampus, loções, cremes, esmaltes e outros produtos de beleza. Desse total, 30 fornecedores de matéria-prima. As fábricas têm cerca de oito mil empregos diretos.

Com a proximidade física das montadoras e inúmeras autopeças, em junho foi criado o Pólo de Autopeças, com a participação de 80 empresas, selecionadas entre aproximadamente 200 instaladas no município. Segundo Fonseca, o Pólo surgiu da necessidade de organizar a principal fonte de impostos da cidade, o setor de metalmecânica, que inclui autopeças, com o objetivo de incentivar o crescimento industrial e a geração de empregos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sandra Papaiz deixa Prefeitura de Diadema

Eduardo Reina
Do Diário do Grande ABC

05/08/2005 | 07:22


A partir desta sexta, Diadema tem novo comando na Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Depois de sete meses à frente da pasta, Sandra Papaiz deixa o Executivo para se dedicar totalmente à empresa da família, a Papaiz. Em seu lugar assume o vice-prefeito Joel Fonseca. Sandra comandou a área econômica da Prefeitura desde o início da atual gestão de José de Filippi Júnior (PT), em janeiro. “Sandra trouxe muitas contribuições. Ajudou a construir o Pólo de Autopeças, nos moldes do Pólo de Cosméticos criado há três anos”, disse Filippi.

Joel Fonseca já foi titular de Desenvolvimento Econômico no primeiro ano da primeira administração de Filippi (2000-2003). “Joel tem bom trânsito entre empresários em Diadema e fomentou o Pólo de Cosméticos”, contra o prefeito.

Sandra Papaiz, segundo a Prefeitura, alegou problema de tempo para conciliar a coordenação da empresa da família e a secretaria municipal, e optou por dedicar-se exclusivamente à Papaiz em tempo integral. Joel Fonseca é vice-prefeito, tem formação sindical e ocupou por vários anos a direção da sub-sede Diadema do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Joel foi responsável pela criação do Pólo de Cosméticos de Diadema, situada a 17 quilômetros de São Paulo. Hoje, Diadema é a única cidade brasileira que concentra o maior número de empresas de cosméticos. São cerca de 100 fábricas especializadas na produção de batons, xampus, loções, cremes, esmaltes e outros produtos de beleza. Desse total, 30 fornecedores de matéria-prima. As fábricas têm cerca de oito mil empregos diretos.

Com a proximidade física das montadoras e inúmeras autopeças, em junho foi criado o Pólo de Autopeças, com a participação de 80 empresas, selecionadas entre aproximadamente 200 instaladas no município. Segundo Fonseca, o Pólo surgiu da necessidade de organizar a principal fonte de impostos da cidade, o setor de metalmecânica, que inclui autopeças, com o objetivo de incentivar o crescimento industrial e a geração de empregos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;