Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Santo André discute a violência contra idoso


Evandro Enoshita
Do Diário do Grande ABC

19/06/2010 | 07:07


"A sociedade precisa discutir mais a violência contra os idosos". Foi com essas palavras que o secretário de Inclusão Social de Santo André, Padre Antônio Francisco da Silva, definiu a importância do Encontro Municipal de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa, realizado ontem, no Paço Municipal. Nesta reunião, foi discutida a questão do idoso dentro das políticas do município.

Realizado para marcar o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, celebrado no dia 15, participaram do evento a OAB-SP (Ordem dos Advogados do Brasil), a Promotoria e a Defensoria do Idoso da cidade, além das secretarias de Saúde e Inclusão Social.

"As pessoas veem os idosos como pessoas inúteis que, por não serem economicamente produtivas, não merecem ser valorizadas. Essa visão precisa mudar", reforçou o secretário.

Criado em 2003, o Estatuto do Idoso assegura o direito à proteção social e contra a violência física. Porém, na opinião da presidente da Comissão de Defesa do Direito da Pessoa Idosa da OAB-SP, Antonieta Rosa Nogueira Ferreira, ainda existe um longo caminho até que a lei seja plenamente cumprida e entendida pela sociedade.

"É preciso que sociedade e poder público se unam para que se faça cumprir o estatuto. Por isso, é importante realizar eventos como esse, em que haja esse diálogo", avaliou Antonieta.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André discute a violência contra idoso

Evandro Enoshita
Do Diário do Grande ABC

19/06/2010 | 07:07


"A sociedade precisa discutir mais a violência contra os idosos". Foi com essas palavras que o secretário de Inclusão Social de Santo André, Padre Antônio Francisco da Silva, definiu a importância do Encontro Municipal de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa, realizado ontem, no Paço Municipal. Nesta reunião, foi discutida a questão do idoso dentro das políticas do município.

Realizado para marcar o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, celebrado no dia 15, participaram do evento a OAB-SP (Ordem dos Advogados do Brasil), a Promotoria e a Defensoria do Idoso da cidade, além das secretarias de Saúde e Inclusão Social.

"As pessoas veem os idosos como pessoas inúteis que, por não serem economicamente produtivas, não merecem ser valorizadas. Essa visão precisa mudar", reforçou o secretário.

Criado em 2003, o Estatuto do Idoso assegura o direito à proteção social e contra a violência física. Porém, na opinião da presidente da Comissão de Defesa do Direito da Pessoa Idosa da OAB-SP, Antonieta Rosa Nogueira Ferreira, ainda existe um longo caminho até que a lei seja plenamente cumprida e entendida pela sociedade.

"É preciso que sociedade e poder público se unam para que se faça cumprir o estatuto. Por isso, é importante realizar eventos como esse, em que haja esse diálogo", avaliou Antonieta.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;