Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Tricolor pega Avaí pela vice-liderança

Equipe confia na vitória às 18h30, no Morumbi, para colar de vez no Palmeiras, líder do Campeonato Brasileiro


Fernando Cappelli
Do Diário do Grande ABC

12/09/2009 | 07:00


Na busca frenética pela segunda colocação para colar de vez no líder Palmeiras, o São Paulo recebe o Avaí hoje, no Morumbi (18h30), ciente de que - mesmo que de forma provisória - a vice-liderança na rodada é a meta mais plausível para a equipe finalmente reforçar toda e qualquer pretensão de título.

Com 40 pontos, o Tricolor está em terceiro lugar e espera nova arrancada para conquistar o sétimo troféu nacional, o quarto de forma consecutiva. Segundo o elenco são-paulino, a vitória de virada sobre o Cruzeiro na última rodada deu o gás necessário para obter o feito.

No jogo de hoje, o técnico Ricardo Gomes não poderá contar com três titulares: o zagueiro André Dias e o volante Richarlyson estão suspensos, enquanto o também volante Hernanes está machucado.

Diante disso, o técnico pode recolocar o volante Jean no meio-de-campo e abrir espaço para o argentino Adrián González na lateral direita. E o meia Marlos, que também fez gol contra o Cruzeiro, disputa posição na armação.

Com as voltas do zagueiro Miranda, que estava na Seleção Brasileira, e do meia Jorge Wagner, que cumpriu suspensão automática, o técnico são-paulino deve manter o 3-5-2, mas com formação mais ofensiva.

BORGES E MAIS DEZ - O comandante são-paulino novamente manteve relativo mistério com relação aos titulares que enfrentam o time catarinense e fechou boa parte dos treinos específico da semana aos jornalistas. Mas, na coletiva de ontem, acabou pelo menos com a surpresa mais importante para esta partida: Borges será titular. O atacante ganhou a vaga por ter feito o gol contra o Cruzeiro e, com isso, está mais confiante.

"No caso do atacante, não é só a participação no coletivo que conta, há algumas particularidades. Quando faz gol, a confiança aumenta bastante, e isso é importante. O Borges fez isso contra o Cruzeiro. Ele certamente ficou mais forte, e tenho de aproveitar esse momento. Quero que ele volte a ser o Borges dos últimos anos, sempre decisivo", explicou Gomes, ao justificar a escolha pelo camisa 17.

Borges justamente é o atacante que menos atuou como titular desde a chegada de Gomes ao Tricolor: sete jogos, contra 12 de Dagoberto e 11 de Washington.

"O mais importante não é o início das coisas e, sim, o final", lembrou o atacante, que mostrou confiança para ajudar o São Paulo a chegar a mais um título do Brasileirão. "Não adianta começar bem e cair o ritmo. Agora está todo mundo bem, subindo de produção. Espero, como das outras vezes, crescer e voltar a aparecer nesta reta final. É a principal característica do nosso grupo", afirmou o jogador.

Catarinenses tentam quebrar jejum contra são-paulinos

O Avaí vai atuar completo no desafio diante do São Paulo e espera quebrar tabu contra o adversário. Pela primeira vez em sua história, o time catarinense tentará vencer o rival. No retrospecto iniciado em fevereiro de 1977, o Tricolor acumula quatro vitórias e um empate em quatro jogos oficiais e um amistoso.

Curiosamente, todos os confrontos até hoje foram disputados em Florianópolis. No primeiro turno do Brasileirão deste ano, as equipes ficaram no empate sem gols no Estádio da Ressacada.

Motivado pelo desafio, o time catarinense pretende quebrar a sequência de duas derrotas na competição (contra Coritiba e Internacional) e, para isso, poderá contar com três reforços: o volante Léo Gago, que cumpriu suspensão, e os atacantes Luis Ricardo e William, recuperados de lesões. Luis Ricardo e William, aliás, foram as surpresas do treino comandado, com portões fechados, pelo técnico Silas na manhã de ontem. (Com Agências)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tricolor pega Avaí pela vice-liderança

Equipe confia na vitória às 18h30, no Morumbi, para colar de vez no Palmeiras, líder do Campeonato Brasileiro

Fernando Cappelli
Do Diário do Grande ABC

12/09/2009 | 07:00


Na busca frenética pela segunda colocação para colar de vez no líder Palmeiras, o São Paulo recebe o Avaí hoje, no Morumbi (18h30), ciente de que - mesmo que de forma provisória - a vice-liderança na rodada é a meta mais plausível para a equipe finalmente reforçar toda e qualquer pretensão de título.

Com 40 pontos, o Tricolor está em terceiro lugar e espera nova arrancada para conquistar o sétimo troféu nacional, o quarto de forma consecutiva. Segundo o elenco são-paulino, a vitória de virada sobre o Cruzeiro na última rodada deu o gás necessário para obter o feito.

No jogo de hoje, o técnico Ricardo Gomes não poderá contar com três titulares: o zagueiro André Dias e o volante Richarlyson estão suspensos, enquanto o também volante Hernanes está machucado.

Diante disso, o técnico pode recolocar o volante Jean no meio-de-campo e abrir espaço para o argentino Adrián González na lateral direita. E o meia Marlos, que também fez gol contra o Cruzeiro, disputa posição na armação.

Com as voltas do zagueiro Miranda, que estava na Seleção Brasileira, e do meia Jorge Wagner, que cumpriu suspensão automática, o técnico são-paulino deve manter o 3-5-2, mas com formação mais ofensiva.

BORGES E MAIS DEZ - O comandante são-paulino novamente manteve relativo mistério com relação aos titulares que enfrentam o time catarinense e fechou boa parte dos treinos específico da semana aos jornalistas. Mas, na coletiva de ontem, acabou pelo menos com a surpresa mais importante para esta partida: Borges será titular. O atacante ganhou a vaga por ter feito o gol contra o Cruzeiro e, com isso, está mais confiante.

"No caso do atacante, não é só a participação no coletivo que conta, há algumas particularidades. Quando faz gol, a confiança aumenta bastante, e isso é importante. O Borges fez isso contra o Cruzeiro. Ele certamente ficou mais forte, e tenho de aproveitar esse momento. Quero que ele volte a ser o Borges dos últimos anos, sempre decisivo", explicou Gomes, ao justificar a escolha pelo camisa 17.

Borges justamente é o atacante que menos atuou como titular desde a chegada de Gomes ao Tricolor: sete jogos, contra 12 de Dagoberto e 11 de Washington.

"O mais importante não é o início das coisas e, sim, o final", lembrou o atacante, que mostrou confiança para ajudar o São Paulo a chegar a mais um título do Brasileirão. "Não adianta começar bem e cair o ritmo. Agora está todo mundo bem, subindo de produção. Espero, como das outras vezes, crescer e voltar a aparecer nesta reta final. É a principal característica do nosso grupo", afirmou o jogador.

Catarinenses tentam quebrar jejum contra são-paulinos

O Avaí vai atuar completo no desafio diante do São Paulo e espera quebrar tabu contra o adversário. Pela primeira vez em sua história, o time catarinense tentará vencer o rival. No retrospecto iniciado em fevereiro de 1977, o Tricolor acumula quatro vitórias e um empate em quatro jogos oficiais e um amistoso.

Curiosamente, todos os confrontos até hoje foram disputados em Florianópolis. No primeiro turno do Brasileirão deste ano, as equipes ficaram no empate sem gols no Estádio da Ressacada.

Motivado pelo desafio, o time catarinense pretende quebrar a sequência de duas derrotas na competição (contra Coritiba e Internacional) e, para isso, poderá contar com três reforços: o volante Léo Gago, que cumpriu suspensão, e os atacantes Luis Ricardo e William, recuperados de lesões. Luis Ricardo e William, aliás, foram as surpresas do treino comandado, com portões fechados, pelo técnico Silas na manhã de ontem. (Com Agências)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;