Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Mosley muda de opinião e admite campeonato independente


Das Agências

27/06/2009 | 07:00


O presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), Max Mosley, parece ter realmente ter mudado de ideia com relação ao acordo que tinha feito com a Fota (Associação de Equipes da Fórmula 1) quarta-feira. O discurso do dirigente inglês mudou completamente em dois dias, e já considera a possibilidade de as equipes criarem uma categoria paralela.

"Sem dúvida, enfrentaremos um período difícil. Isso pode resultar em problemas a curto prazo. É possível que a Fota crie um campeonato independente. É o direito deles, desde que a categoria esteja de acordo com o Código Esportivo Internacional. Mas o Campeonato Mundial de Fórmula 1 vai continuar organizada pela FIA", afirmou Mosley.

Ao repetir o comportamento, o presidente criticou o presidente da Ferrari e da Associação das Equipes, Luca di Montezemolo. "Decidi não me candidatar à reeleição em outubro e, levando em conta o que passei nos últimos 12 meses (depois do escândalo sexual do ano passado), precisava de um verão pacífico para recomeçar. Mas, quando a Fota mentirosamente afirmou que tinha me expulsado e imposto sua própria vontade na FIA, a situação tornou-se intolerável", afirmou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mosley muda de opinião e admite campeonato independente

Das Agências

27/06/2009 | 07:00


O presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), Max Mosley, parece ter realmente ter mudado de ideia com relação ao acordo que tinha feito com a Fota (Associação de Equipes da Fórmula 1) quarta-feira. O discurso do dirigente inglês mudou completamente em dois dias, e já considera a possibilidade de as equipes criarem uma categoria paralela.

"Sem dúvida, enfrentaremos um período difícil. Isso pode resultar em problemas a curto prazo. É possível que a Fota crie um campeonato independente. É o direito deles, desde que a categoria esteja de acordo com o Código Esportivo Internacional. Mas o Campeonato Mundial de Fórmula 1 vai continuar organizada pela FIA", afirmou Mosley.

Ao repetir o comportamento, o presidente criticou o presidente da Ferrari e da Associação das Equipes, Luca di Montezemolo. "Decidi não me candidatar à reeleição em outubro e, levando em conta o que passei nos últimos 12 meses (depois do escândalo sexual do ano passado), precisava de um verão pacífico para recomeçar. Mas, quando a Fota mentirosamente afirmou que tinha me expulsado e imposto sua própria vontade na FIA, a situação tornou-se intolerável", afirmou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;