Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

90% dos municípios brasileiros não têm conselho contra drogas



22/06/2009 | 07:00


O secretário nacional Antidrogas, Paulo Roberto Uchôa, disse que mais de 90% dos municípios brasileiros não têm conselho ou núcleo consultivo como prevê a Política Nacional Antidrogas. "Infelizmente, estamos ainda chegando a 10%", afirmou Uchôa, que considera a droga um problema universal. "Não existe família no Brasil ou no mundo que garanta ou que possa dizer que na minha família droga não entra."

Segundo o secretário, o conselho é fundamental para que haja políticas e, portanto, metas, objetivos e diretrizes de ação preventiva. "Todos os municípios estão suscetíveis. A cidade tem que se fortalecer, capacitar lideranças e orientar a juventude."

Paulo Roberto Uchôa disse que o Poder Público deve desenvolver políticas articuladas para reduzir o consumo de drogas e que, em nível local, devem ser formuladas pelo conselho, formado de representantes da prefeitura e da comunidade.

Amanhã, Uchoa e o ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Jorge Armando Felix, a quem a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) é vinculada, premiarão vencedores de concursos nacionais de fotografias, jingles, cartazes e monografias sobre drogas, além de condecorar personalidades que tenham contribuído com a política nacional do setor.

Na quarta-feira, o Unodc (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime) encerra a Semana Nacional de Prevenção ao Uso de Drogas com o lançamento, em Brasília, do Relatório Mundial Sobre Drogas 2009, que fará uma análise do mercado de drogas ilegais em todos os países.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

90% dos municípios brasileiros não têm conselho contra drogas


22/06/2009 | 07:00


O secretário nacional Antidrogas, Paulo Roberto Uchôa, disse que mais de 90% dos municípios brasileiros não têm conselho ou núcleo consultivo como prevê a Política Nacional Antidrogas. "Infelizmente, estamos ainda chegando a 10%", afirmou Uchôa, que considera a droga um problema universal. "Não existe família no Brasil ou no mundo que garanta ou que possa dizer que na minha família droga não entra."

Segundo o secretário, o conselho é fundamental para que haja políticas e, portanto, metas, objetivos e diretrizes de ação preventiva. "Todos os municípios estão suscetíveis. A cidade tem que se fortalecer, capacitar lideranças e orientar a juventude."

Paulo Roberto Uchôa disse que o Poder Público deve desenvolver políticas articuladas para reduzir o consumo de drogas e que, em nível local, devem ser formuladas pelo conselho, formado de representantes da prefeitura e da comunidade.

Amanhã, Uchoa e o ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Jorge Armando Felix, a quem a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) é vinculada, premiarão vencedores de concursos nacionais de fotografias, jingles, cartazes e monografias sobre drogas, além de condecorar personalidades que tenham contribuído com a política nacional do setor.

Na quarta-feira, o Unodc (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime) encerra a Semana Nacional de Prevenção ao Uso de Drogas com o lançamento, em Brasília, do Relatório Mundial Sobre Drogas 2009, que fará uma análise do mercado de drogas ilegais em todos os países.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;